Liga de Basquete Feminino

Vera Cruz Campinas bate o Sampaio Basquete no Castelinho e empata final da LBF

Tricolor fez boa atuação no início, mas a equipe de Campinas virou o jogo com show de Melissa Gretter.
Gustavo Arruda / Imirante Esporte29/05/2018 às 21h12
Vera Cruz Campinas bate o Sampaio Basquete no Castelinho e empata final da LBFSampaio Basquete x Vera Cruz Campinas, no Ginásio Castelinho. (Biné Morais / O ESTADO)

SÃO LUÍS – A final da temporada 2018 da Liga de Basquete Feminino (LBF) registrou o seu quarto e mais dramático capítulo na noite desta terça-feira (29). Com 2 a 1 de vantagem na decisão da competição nacional e contando com o apoio da torcida, que lotou o Ginásio Castelinho, o Sampaio Basquete precisava de mais uma vitória para garantir o segundo título de sua história na LBF, mas o Vera Cruz Campinas, equipe de melhor campanha no torneio, tinha outros planos: com um segundo tempo de alto nível, a equipe do interior paulista frustrou as expectativas da Bolívia Querida, venceu por 62 a 51 e empatou a série mais uma vez.

Empurrado pela torcida, o Sampaio Basquete foi superior ao Vera Cruz Campinas nos dois primeiros quartos, abriu 13 pontos de vantagem e deu a impressão de que conquistaria mais um título da LBF no Castelinho. O Vera Cruz, entretanto, conseguiu a virada com uma defesa sufocante, que permitiu apenas 18 pontos ao Sampaio no segundo tempo.

Pelo lado do Sampaio Basquete, a ala Tati Pacheco teve uma atuação de destaque e encerrou o quarto jogo da final da LBF com 17 pontos e quatro rebotes. A pivô chilena Ziomara Morrison chegou perto de um duplo-duplo, com nove pontos e sete rebotes em 32 minutos. O Vera Cruz Campinas, por sua vez, contou com uma atuação de alto nível da armadora argentina Melissa Gretter: além de anotar 31 pontos, Meli pegou 10 rebotes e registrou um duplo-duplo no Castelinho.

A quinta e decisiva partida da final da Liga de Basquete Feminino 2018 será disputada na tarde deste domingo (3), às 15h, no Ginásio da Ponte Preta, em Campinas, já que o Vera Cruz fez a melhor campanha da fase de classificação. A equipe do interior paulista busca o seu primeiro título na LBF, e o Sampaio Basquete quer a segunda taça, já que venceu o torneio em 2016.

O jogo

O primeiro quarto do Sampaio Basquete diante do Vera Cruz Campinas foi exemplar: com Tati Pacheco precisa nos arremessos, acertando quatro de cinco tentativas, e Karina ganhando a batalha dos rebotes no garrafão defensivo, o Tricolor abriu sete pontos de vantagem nos 10 primeiros minutos no Castelinho.

Com a torcida a favor, o Sampaio Basquete não diminuiu o ritmo e abriu 11 pontos de vantagem, contando com boas jogadas de Tati Pacheco e Leila. Principal atleta do Vera Cruz Campinas, Melissa Gretter comandou as jogadas na quadra de ataque e impediu um prejuízo maior para as visitantes.

Na volta do intervalo, o Sampaio Basquete não conseguiu manter o ritmo e permitiu uma reação do Vera Cruz Campinas: com 10 pontos de Gretter, as visitantes assumiram a liderança do placar. Ziomara Morrison, com cinco pontos, tentou recolocar o Sampaio na frente, mas a vantagem continuou nas mãos do Vera Cruz.

Pressionado pela virada do Vera Cruz Campinas, o time do Sampaio Basquete não teve tranquilidade para reassumir a liderança do jogo. Com vários erros na quadra de ataque e sem encontrar uma alternativa para frear a inspirada Gretter, o Tubarão amargou a derrota diante de um Castelinho lotado.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2018 - Todos os direitos reservados.