Campeonato Brasileiro Série B

Sampaio Corrêa abre placar, mas cede empate ao Paysandu no Castelão

Com o empate em casa, o Tricolor completou três jogos sem vitórias na Série B.
Gustavo Arruda / Imirante Esporte 04/05/2018 às 21h25
Sampaio Corrêa abre placar, mas cede empate ao Paysandu no CastelãoSampaio Corrêa x Paysandu, no Estádio Castelão. (Paulo Soares / O ESTADO)

SÃO LUÍS – Após duas derrotas consecutivas como visitante no Campeonato Brasileiro Série B, o Sampaio Corrêa se reencontrou com a torcida tricolor na noite desta sexta-feira (4), no Estádio Castelão. Precisando de uma vitória para deixar as últimas posições da Segundona e encostar nos líderes da competição, a Bolívia Querida até teve um bom início de partida, mas não conquistou o resultado desejado: com mais um erro do setor defensivo, o Sampaio teve que se contentar com o empate por 1 a 1 diante do Paysandu, pela quarta rodada da Série B.

Leia também: Francisco Diá lamenta ''empate amargo'' e chances perdidas pelo Sampaio Corrêa

Disposto a fazer uma boa apresentação diante de seu torcedor, o Sampaio Corrêa precisou de apenas dois minutos para abrir o placar contra o Paysandu. Aos dois minutos, Danielzinho cobrou falta para a grande área, e o zagueiro Maracás desviou para as redes. A vantagem do Tubarão, entretanto, durou pouco: logo aos nove minutos, o zagueiro Perema empatou para o Papão da Curuzu, após cruzamento de Mike. Na segunda etapa, o Sampaio teve pelo menos duas grandes chances para marcar o gol da vitória, sem sucesso.

Com o empate no Castelão, o Sampaio Corrêa completou três jogos sem vitórias na Série B e chegou aos quatro pontos em quatro rodadas, ocupando a 14ª colocação da competição nacional. Já o Paysandu, com 10 pontos, está na vice-liderança da Segundona, ficando atrás do Fortaleza no saldo de gols.

O próximo compromisso do Sampaio Corrêa no Campeonato Brasileiro Série B será disputado na noite desta segunda-feira (7), às 20h30, contra o CRB, no Estádio Castelão, com transmissão da rádio Mirante AM e cobertura completa do Imirante Esporte. O Paysandu, por sua vez, encara o Juventude na próxima sexta-feira (11), às 19h15, no Estádio Alfredo Jaconi.

O jogo

Precisando da vitória para se recuperar dos tropeços fora de casa, o Sampaio Corrêa precisou de apenas dois minutos para fazer a festa da torcida no Castelão. Após cobrança de falta de Danielzinho, Maracás se antecipou aos zagueiros do Paysandu, fez o desvio de cabeça e abriu o placar. A euforia da Bolívia Querida, entretanto, durou pouco: aos nove, Mike cobrou falta perto da grande área, e Perema, livre na pequena área, deixou tudo igual para o Papão.

O gol de empate do Paysandu não abateu o Sampaio Corrêa, que manteve a superioridade em campo e chegou com perigo ao ataque. Aos 13 minutos, Bruno Moura fez o cruzamento e Joécio chutou forte, tirando tinta da trave esquerda de Renan Rocha. Pouco depois, aos 20, Alvinho aproveitou sobra da defesa do Paysandu, cortou a marcação e chutou forte, para grande defesa de Renan Rocha.

Animado, o Sampaio Corrêa continuou no ataque e desperdiçou mais uma grande oportunidade de gol aos 30 minutos, com Alvinho, que foi lançado, chutou forte e acertou a trave de Renan Rocha. Satisfeito com o empate, o Paysandu só finalizaria novamente aos 33, com Mike, sem perigo para o gol defendido por Warleson.

Sampaio tenta, mas não consegue furar bloqueio do Paysandu

Depois de pressionar o Paysandu no primeiro tempo, o Sampaio Corrêa encontrou dificuldades na etapa final. Sem muito espaço na defesa bicolor, a Bolívia Querida teve uma boa chance aos cinco minutos: após cruzamento de Alyson, Nando Carandina tentou o corte, mas a bola sobrou para João Paulo, que chutou para fora.

Fiel ao seu estilo de jogo, o Sampaio Corrêa trocava passes com paciência no meio-campo. Porém, com a marcação encaixada, o Paysandu freava qualquer avanço do Tubarão e ainda ameaçava nos contragolpes: aos 21, Danilo Pires recebeu passe na grande área e chutou para fora, mesmo com Warleson batido no lance. A resposta do Sampaio veio na bola parada: após cobrança de escanteio aos 26, Maracás apareceu sozinho na pequena área e não conseguiu o desvio para as redes.

Empurrado pela torcida, a equipe do Sampaio Corrêa ainda tentou um último esforço no campo de ataque. Aos 39 minutos, Danielzinho fez cruzamento para a grande área, Bruno Moura fez o desvio, e Renan Rocha salvou mais uma vez o Paysandu. Magno, aos 45, teve a última chance dos visitantes, e também falhou na conclusão.

FICHA TÉCNICA

SAMPAIO CORRÊA: Warleson; Bruno Moura, Joécio, Maracás e Alyson (Fernando Sobral); César Sampaio, Diego Silva, Danielzinho e João Paulo (Esquerdinha); Uilliam (Carlão) e Alvinho. Treinador: Francisco Diá

PAYSANDU: Renan Rocha; Edimar, Douglas Mendes e Perema (Danilo Pires); Matheus Silva, Nando Carandina, Renato Augusto e Mateus Muller; Mike (Thomaz), Claudinho (Magno) e Cassiano. Treinador: Dado Cavalcanti

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.