Copa do Brasil

Cordino cede empate ao Náutico e acaba eliminado da Copa do Brasil

A Onça fez um bom primeiro tempo, mas não suportou a pressão do Timbu na etapa final.
Gustavo Arruda / Imirante Esporte31/01/2018 às 23h04
Cordino cede empate ao Náutico e acaba eliminado da Copa do BrasilCordino x Náutico. (De Jesus / O Estado)

SÃO LUÍS - Disputando a Copa do Brasil pela primeira vez em sua história e longe de seu torcedor em Barra do Corda, já que o Estádio Leandrão não tinha condições de jogo, o Cordino recebeu o Náutico na noite desta quarta-feira (31), no Estádio Castelão, precisando da vitória para avançar à segunda fase, por estar abaixo do Timbu no Ranking da CBF. Atuando em campo neutro, com poucos torcedores e diante de um rival com muita tradição no futebol nordestino, a Onça fez o possível e ficou muito perto de um feito histórico na estreia, mas o sonho durou apenas 90 minutos: com um gol no fim, o Náutico arrancou o empate por 1 a 1 e eliminou o Cordino.

Leia mais

Sampaio Corrêa vence o Independente e avança à segunda fase da Copa do Brasil

Como só a vitória interessava no Castelão, o Cordino esboçou uma pressão sobre o Náutico no primeiro tempo e aproveitou uma bobeira do Alvirrubro para abrir o placar. Após Breno derrubar Keulson na grande área, o meia-atacante Ulisses cobrou pênalti com perfeição e colocou a Onça em vantagem, aos 29 minutos. Na etapa final, o Náutico foi com tudo para o ataque e o Cordino tentou se segurar, mas os pernambucanos tiveram sua insistência premiada aos 37 minutos: Wallace Pernambucano cobrou falta na cabeça do zagueiro Camutanga, que não desperdiçou a chance, deixou tudo igual e classificou o Náutico.

Classificado para a segunda fase da Copa do Brasil, o Náutico enfrentará o vencedor da série entre Fluminense (BA) e Santa Cruz. Já o Cordino se despede de sua segunda competição interestadual na temporada: antes, a Onça foi eliminada na fase preliminar da Copa do Nordeste, após um empate e uma derrota diante do Treze (PB).

Agora, Cordino e Náutico voltam as suas atenções para os Estaduais. Enquanto a Onça recebe o Bacabal neste sábado (3), às 15h45, pela terceira rodada do Campeonato Maranhense, o Náutico enfrenta o Pesqueira, também neste sábado, no Estádio Joaquim de Britto, em duelo da quinta rodada do Campeonato Pernambucano.

O jogo

Como só a vitória interessava, o Cordino tomou a iniciativa no Castelão, apostando principalmente nos cruzamentos para a grande área, sem oferecer muito perigo ao Náutico. Os visitantes, por sua vez, tiveram a primeira oportunidade de gol: aos 14 minutos, Gabriel Araújo fez cruzamento para a área, Alberto não afastou, e Tharcysio chutou para fora.

A tentativa do Náutico fez o Cordino acordar de vez na partida. Com muita velocidade, Jonas Piupiu infernizou a defesa alvirrubra e quase abriu o placar para a Onça, aos 27 minutos, em finalização que acertou o travessão de Jefferson. No minuto seguinte, entretanto, o Cordino furou o bloqueio dos visitantes: após Keulson ser derrubado na grande área, Ulisses cobrou pênalti e colocou a equipe de Barra do Corda em vantagem.

Na etapa final, o cenário da partida mudou no Castelão: enquanto o Cordino tentava segurar a vitória, o Náutico lutava pelo empate, que lhe daria a classificação. Aos 13 minutos, o Timbu teve a chance com Clebinho, que aproveitou cruzamento e cabeceou para fora. A resposta do Cordino veio aos 20 minutos, em uma finalização sem muito perigo de Ulisses.

Com o passar do tempo, o Náutico ampliava a pressão sobre o Cordino, que estava satisfeito com o placar e esperava o tempo passar. Wallace Pernambucano, aos 28 minutos, também teve a chance do empate e cabeceou para fora. Aos 37, porém, o Timbu conseguiu o empate com o zagueiro Cleidson Camutanga, que aproveitou cruzamento e se antecipou a Alberto. O Cordino ainda teve duas chances de marcar o gol da classificação, mas Bruno, que entrou no segundo tempo, parou as finalizações de Ulisses e Rony, e garantiu a vaga do Timbu.

FICHA TÉCNICA

CORDINO: Alberto; Michel, Da Silva, Emerson e Renan; Junior Negrão (Rony), André (Gualberto), Regis Pitbull, Keulson (Alison) e Ulisses; Jonas Piu-Piu. Treinador: Wemerson Carvalho

NÁUTICO: Jefferson (Bruno); Thiago Ennes, Breno, Cleidson Camutanga e Kevin; Negretti, Clebinho, Wallace Pernambucano e Josa (Robinho); Gabriel Araújo e Tharcysio (Daniel Bueno). Treinador: Roberto Fernandes

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.