Série C

Francisco Diá nega "corpo mole" em derrota do Sampaio Corrêa

Tropeço diante do Botafogo-PB contribuiu para a queda do Moto Club, maior rival do Tricolor.
Gustavo Arruda / Imirante Esporte10/09/2017 às 21h54

SÃO LUÍS - Já classificado e com a vantagem do mando de campo nas quartas de final do Campeonato Brasileiro Série C, o Sampaio Corrêa encerrou, na noite de sábado (9), diante do Botafogo-PB, a sua participação na fase de grupos da Terceirona. Mesmo com a derrota por 3 a 2 para o Belo, a primeira após oito partidas, a torcida da Bolívia Querida teve muito o que comemorar no Estádio Castelão: além de ajudar no rebaixamento do rival Moto Club, que perdeu para o Fortaleza, o Tricolor permaneceu na primeira posição do Grupo 1, beneficiado pelo tropeço do CSA diante do Cuiabá.

Como a derrota em casa prejudicou os planos do Moto Club, o técnico Francisco Diá foi questionado, em entrevista coletiva, sobre uma suposta “facilitação” do Sampaio Corrêa para o Botafogo-PB. O comandante do Bolivão, por sua vez, não alongou muito o assunto e negou qualquer tipo de corpo mole diante do representante paraibano. “Não tem nem que perguntar um negócio desses. Os caras se mataram em campo, entrei com a força máxima. Não houve facilitação”, disse Diá.

Ao comentar o tropeço diante do Botafogo-PB, Francisco Diá disse que o Sampaio Corrêa não teve uma noite inspirada e encontrou dificuldades diante da forte marcação paraibana. O empenho do adversário também foi elogiado pelo treinador do Tricolor.

“A gente cadenciou muito o jogo. O Botafogo veio para o tudo ou nada, como se fosse final de Copa do Mundo, encontrou os gols e marcou do meio-campo para trás, enquanto o Sampaio queria resolver de qualquer jeito, tem que ter cautela e inteligência. Não conseguimos furar o bloqueio, mas estamos classificados e agora é esperar o mata-mata”, avaliou o técnico.

Com 32 pontos em 18 jogos, o Sampaio Corrêa encerrou a fase de grupos da Série C com a melhor campanha geral. Nas quartas de final, a Bolívia Querida enfrentará o Volta Redonda, quarto colocado do Grupo 2, sendo que o vencedor dessa série garante vaga na Série B de 2018. O primeiro jogo, ainda sem data e horário definidos pela CBF, será no Estádio Raulino de Oliveira, enquanto a partida decisiva acontecerá no Estádio Castelão, em São Luís.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.