Série B

Sampaio Corrêa resiste à pressão e arranca empate contra o Luverdense

Com grande atuação de Rodrigo Ramos, o Bolivão conquistou um ponto fora de casa.
Gustavo Arruda / Imirante Esporte21/06/2016 às 23h35

LUCAS DO RIO VERDE - Depois de quatro derrotas seguidas como visitante, o Sampaio Corrêa conquistou, na noite desta terça-feira (21), o primeiro ponto longe de seus domínios no Campeonato Brasileiro Série B. Foi um ponto bastante comemorado, como se fosse uma goleada, e não é para menos: em situação alarmante na Segundona, o Bolivão foi pressionado pelo Luverdense desde os primeiros minutos, mas conseguiu segurar o empate por 0 a 0 até o fim do jogo no Passo das Emas, graças a uma atuação espetacular do goleiro Rodrigo Ramos.

Com o empate fora de casa, o Sampaio Corrêa chegou aos seis pontos em 11 rodadas, mas segue na última posição da Série B, com dois pontos a menos que o penúltimo colocado Tupi e cinco a menos que o Avaí, primeiro time fora da zona de rebaixamento. O Luverdense, que sonhava em se aproximar do G4, chegou aos 17 pontos e segue na oitava colocação.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro Série B, o Luverdense volta a jogar em casa: na noite de sexta-feira (24), às 21h30, a equipe mato-grossense recebe o Londrina no Passo das Emas. O Sampaio Corrêa, por sua vez, segue atuando fora de casa e terá um novo desafio neste sábado (25), contra o Oeste, na Arena Barueri, em partida que começa às 21h e terá transmissão minuto a minuto do Imirante Esporte.

O jogo

Mesmo com uma formação com três atacantes, o Sampaio Corrêa não ameaçou o gol do Luverdense nos primeiros minutos e teve que ficar no campo de defesa, tentando se livrar da pressão dos donos da casa. Logo no primeiro minuto, Hugo recebeu passe em profundidade e tentou cobrir Rodrigo Ramos, mas a bola foi para fora. Aos 13 minutos, nova tentativa do LEC: após lançamento de Hugo, Régis driblou Rodrigo Ramos e tentou a conclusão, mas Luiz Otávio, que estava em cima da linha, salvou o Sampaio.

Como o Sampaio Corrêa não conseguia trocar passes e fazer uma boa transição da defesa para o ataque, o Luverdense manteve a pressão e começou a apostar nos cruzamentos para a grande área, principalmente com o lateral direito Raul Prata, mas o Sampaio se defendia de qualquer jeito. Melhor em campo pelo LEC, Hugo teria uma nova oportunidade aos 20 minutos, em chute cruzado que passou perto do gol tricolor.

Desconfortável em campo e sofrendo com a boa atuação do Luverdense, o Sampaio Corrêa só conseguiu uma finalização aos 35 minutos: após cobrança de falta de Rafael Estevam, Elias desviou de cabeça e Gabriel Leite fez uma defesa sem sustos. Depois disso, o Luverdense intensificou a blitz no campo de ataque e transformou Rodrigo Ramos no personagem da partida: aos 37, após cobrança de escanteio, Airton conseguiu o desvio e esbarrou no Paredão, assim como Hugo, aos 44, após boa jogada individual, e Ricardo, aos 45, de fora da área.

"Paredão" salva o Sampaio Corrêa

Sem alterações no intervalo, o Sampaio Corrêa continuou apenas se defendendo, enquanto o Luverdense tentava transformar a sua superioridade em vantagem no placar. Aos oito minutos, Luiz Otávio saiu jogando errado, após receber passe de Rodrigo Ramos, e entregou a bola nos pés de Sérgio Mota, que avançou, chutou forte e acertou o travessão do Sampaio. A Bolívia Querida responderia aos 10 minutos, de maneira tímida: Elias tentou um chute colocado e Gabriel Leite, bem posicionado, salvou o Luverdense.

Com a entrada de Henrique e Fernandinho no Sampaio Corrêa, o Luverdense redobrou as atenções no campo de defesa, mas ainda tinha mais posse de bola e conseguia chegar ao ataque com facilidade. Aos 21 minutos, pouco depois de entrar na partida, o atacante Erik conseguiu um belo chute de fora da área, mas Rodrigo Ramos, sempre atento, evitou o primeiro gol dos donos da casa.

Depois de pressionar durante toda a partida, o Luverdense apresentou sinais de desgaste e começou a arriscar mais chutes de fora da área, ao invés das triangulações. Da Matta, aos 34, quase acertou o ângulo de Rodrigo Ramos, enquanto Erik, aos 40, pararia nas mãos do “Paredão”. Jean Patrick, já nos acréscimos, criou a última chance do Luverdense, mas Rodrigo Ramos, sempre ele, voou para fazer a defesa e garantir o empate em Lucas do Rio Verde.

FICHA TÉCNICA

LUVERDENSE: Gabriel Leite; Raul Prata, Airton, Everton e Paulinho; Ricardo (Romário), Jean Patrick, Da Matta, Régis (Erik) e Sérgio Mota; Hugo. T: Júnior Rocha

SAMPAIO CORRÊA: Rodrigo Ramos; Eder Sciola, Wagner, Luiz Otávio e Rafael Estevam; Renan Ribeiro, Diego Lorenzi e Cleitinho (Fernandinho); Paulo Marcelo (Henrique), Jean Carlos (Waldir) e Elias. T: Wagner Lopes

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.