Série B

Sampaio Corrêa é goleado pelo Náutico e segue na lanterna da Série B

Jogando fora de casa, o Bolivão sofreu a sua quarta derrota seguida na Segundona.
Gustavo Arruda / Imirante Esporte27/05/2016 às 23h20

SÃO LOURENÇO DA MATA - Apesar do momento difícil na temporada, nem o mais pessimista torcedor do Sampaio Corrêa poderia imaginar que a noite desta sexta-feira (27) reservaria uma das piores atuações da história do clube. Mesmo com a estreia do treinador Wagner Lopes, o terceiro nesta temporada, o Bolivão voltou a apresentar graves problemas defensivos e foi goleado por 5 a 0 pelo Náutico, em partida válida pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro Série B e disputada na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata. Foi a segunda goleada sofrida pelo Tricolor em apenas quatro rodadas da Segundona.

Leia mais

Confira os gols da partida entre Náutico e Sampaio Corrêa

Veja o minuto a minuto da partida na Arena Pernambuco

Tímido nos primeiros minutos de jogo, o Náutico abriu o placar aos 20 minutos do primeiro tempo, com Bergson, em cobrança de pênalti. Pouco depois, aos 23, a equipe pernambucana aproveitaria a falha do goleiro Rafael e ampliaria a vantagem com Jefferson Nem. No segundo tempo, o Alvirrubro não diminuiu o ritmo e anotou o terceiro gol logo no primeiro minuto, com Roni. Abatido, o Sampaio ainda sofreria mais dois gols, marcados por Rafael Coelho e Rodrigo Souza.

Com a segunda vitória em casa no Campeonato Brasileiro Série B, o Náutico chegou aos seis pontos e assumiu temporariamente a sétima colocação, a apenas um ponto do G-4. O Sampaio Corrêa, que sofreu a sua quarta derrota e segue sem pontos, continua na última posição da Segundona, com a pior defesa da competição: 13 gols sofridos em quatro jogos, média de 3,25 por partida.

Goleado em São Lourenço da Mata, o Sampaio Corrêa terá duas partidas em casa para se recuperar na Série B. O primeiro duelo dessa sequência será disputado nesta terça-feira (31), às 19h15, contra o Bragantino, no Estádio Castelão, com transmissão minuto a minuto e cobertura completa do Imirante Esporte. Também na terça, às 19h15, o Náutico visita o Bahia na Arena Fonte Nova, em Salvador.

O jogo

Pressionados pelas campanhas irregulares neste início de Segundona, Náutico e Sampaio Corrêa tentaram valorizar a posse de bola e fechar os espaços nos primeiros minutos de jogo. Jogando em casa, mas com pouca torcida na Arena Pernambuco, o Timbu explorou as laterais e esbarrou na marcação do Sampaio, que arriscou a primeira finalização aos sete minutos: Daniel Amora, de muito longe, tentou surpreender Júlio César, mas a finalização não foi das melhores e o goleiro do Náutico fez uma defesa tranquila.

Depois da hesitação inicial, o Náutico conseguiu abrir o placar aos 20 minutos: após Roni ser derrubado por Luiz Otávio na grande área, Bergson foi para a cobrança do pênalti e não deu chances a Rafael. O camisa 1 do Sampaio, apenas três minutos depois, falhou em cruzamento de Roni e soltou a bola nos pés de Jefferson Nem, que ampliou a vantagem do Náutico. O Sampaio tentou uma reação aos 25 minutos, com Daniel Barros, mas Júlio César fez grande defesa.

Mesmo com a boa vantagem no placar, o Náutico não diminuiu o ritmo e tentou aproveitar o desânimo do Sampaio Corrêa. Maylson, aos 29 minutos, chutou dentro da grande área e Rafael fez grande defesa. Aos 37, Maylson teria outra oportunidade, após receber passe de Roni, mas Gedeílson salvou em cima da linha, com Rafael batido no lance. O Sampaio ainda teria a chance de diminuir o prejuízo com Levi, aos 45 minutos, mas a finalização de longa distância foi para fora.

Náutico transforma vitória em goleada

Preocupado com a exibição do ataque do Sampaio Corrêa no primeiro tempo, Wagner Lopes promoveu a entrada de Henrique, que substituiu o volante Levi. Entretanto, antes que o setor ofensivo pudesse agir, a defesa tricolor voltou a cometer erros: logo no primeiro minuto, Roni passou pelos marcadores e bateu na saída de Rafael, marcando o terceiro gol do Timbu.

O terceiro gol desmontou completamente o Sampaio Corrêa, que apenas observou o Náutico mantendo o ritmo e criando suas chances. Aos 10 minutos, Roni invadiu a área e tentou marcar o quarto gol, mas Rafael, com a ponta do pé esquerdo, salvou o Sampaio. Porém, poucos segundos depois, Roni aproveitou erro de Gedeílson e passou para Rafael Coelho, que não titubeou e ampliou a goleada alvirrubra.

Satisfeito com os quatro gols de vantagem, o Náutico diminuiu o ritmo, enquanto o Sampaio Corrêa, desnorteado, tentava tocar a bola, mas sem objetividade. O Alvirrubro, mesmo sem forçar muito, ainda encontraria o quinto gol aos 19 minutos: após levantamento de Joazi, Rodrigo Souza conseguiu o desvio de cabeça e Rafael não segurou a bola. O Sampaio teria duas chances para descontar o placar: aos 33 minutos, Daniel Barros chutou de longe e acertou o travessão, enquanto Edgar, já aos 40 minutos, recebeu cruzamento de Henrique e cabeceou, mas Júlio César fez grande defesa e confirmou a noite desastrosa do Bolivão em São Lourenço da Mata.

FICHA TÉCNICA

NÁUTICO: Júlio César; Joazi, Eduardo, Rafael Pereira e Gaston Filgueira; Mateus Muller (Rodrigo Souza), Maylson e Roni; Jefferson Nem, Bergson (Taiberson) e Rafael Coelho (Tiago Adan). T: Alexandre Gallo

SAMPAIO CORRÊA: Rafael; Gedeílson (Guilherme Lucena), Eli Sabiá, Luiz Otávio e Guilherme Santos; Levi (Henrique), Daniel Amora, Daniel Barros e Felipe (Léo Gago); Edgar e Max. T: Wagner Lopes

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.