Supercopa Maranhão

De virada, Sampaio Corrêa vence o Moto Club no Castelão

O Sampaio começou a partida atrás do marcador, mas venceu o Moto Club por 2 a 1.
Heider Matos/Imirante.com22/01/2015 às 22h54

SÃO LUÍS – O Sampaio Corrêa será o adversário do Náutico na final da Super Copa Maranhão. O time maranhense venceu o arquirrival Moto, de virada, na noite desta quinta-feira (22), no Estádio Castelão, em São Luís. O Sampaio começou a partida atrás do marcador, mas ainda no primeiro tempo virou e venceu o Moto Club por 2 a 1.

O primeiro tempo começou com um Moto mais incisivo. Logo aos cinco minutos de jogo, Kléo abriu o placar. Aos 10, Leomar empatou para o Sampaio.

Kléo foi o autor do gol do Moto. Foto: De Jesus/O Estado.

Depois do gol de empate o jogo ficou lento e alguns torcedores reclamavam do ritmo do jogo. O Sampaio chegou ao gol da virada aos 29 minutos da primeira etapa com Gil Mineiro.

O Sampaio virou o jogo ainda no primeiro tempo. Foto: De Jesus/O Estado.

Na etapa complementar, as duas equipes pareciam satisfeitas com o resultado. No início, o Moto buscou mais o jogo, mas não conseguiu levar perigo ao gol do “Bolivão”. O Tricolor administrou o resultado e garantiu a classificação para a final da Super Copa.

O Sampaio enfrenta neste domingo (25), às 18h30, no Estádio Castelão, o Náutico na grande final da Super Copa Maranhão. Já o Moto Club, enfrentará o Vitória, também no Estádio Castelão, às 16h, na disputa do terceiro lugar do torneio.

O jogo

Cinco minutos. Foi o tempo que o Moto Club levou para abrir o marcador. Após cobrança de falta, Vanderlei tocou para Kléo que chutou na saída do goleiro e colocou o “Papão” na frente do Sampaio. Cinco minutos depois, o Sampaio empatou a partida. Após cruzamento na área, Leomar cabeceou para o fundo do gol. A bola ainda bateu na canela de Felipe Sanches, que não conseguiu impedir o gol de empate.

O Sampaio tomou à frente do marcador aos 29 minutos do primeiro tempo. No momento em que o jogo estava bastante lento, Luís Fernando recebeu de Edimar, lançou Gil Mineiro que não desperdiçou a oportunidade e marcou o segundo gol do “Bolivão”.

O Moto voltou para a etapa complementar com o gás renovado. Em pouco mais de cinco minutos, já tinha arriscado ao gol duas vezes. A chance mais perigosa veio com Kléo de falta. Mas, Jean, firme, fez a defesa. A resposta do Sampaio foi imediata, Gil Mineiro partiu com a bola dominada, arriscou o chute, e assustou a defesa do Sampaio.

O gás do início da segunda etapa parece ter faltado no restando do jogo. A partida, a exemplo do primeiro tempo, seguiu lenta, em ritmo de treino. As duas equipes esboçavam ataques, mas sem efetividade. Fim de jogo. Sampaio, finalista, 2, Moto 1.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.