Basquete

Com show de Iziane e Kelly, MA Basquete vence o Sport

A equipe maranhense manteve a invencibilidade em casa diante das atuais campeãs.
Gustavo Arruda / Imirante.com24/01/2014 às 22h14
Unidas pela vitória: com o apoio das arquibancadas e uma atuação sólida, o Maranhão Basquete superou o Sport Recife no ginásio Castelinho. (Foto: Biaman Prado / Divulgação)

SÃO LUÍS – Antes mesmo que a bola subisse pela primeira vez no ginásio Castelinho, a expectativa dos torcedores para o duelo da noite desta sexta-feira (24) era grande. Afinal de contas, não era um jogo qualquer: Maranhão Basquete e Sport Recife, as duas equipes nordestinas na Liga de Basquete Feminino (LBF), mediriam forças para saber quem seguiria com uma importante invencibilidade. No fim das contas, quem sorriu por último foi o time da casa, que manteve os 100% de aproveitamento como mandante com a vitória dramática por 68 a 66 diante das atuais campeãs nacionais.

Capitã do time maranhense, Iziane teve uma grande atuação e terminou a partida com 27 pontos, sendo a cestinha não só de sua equipe, mas também de todo o jogo. A camisa 8 teve ainda a ajuda da pivô Kelly, que anotou um duplo-duplo (dois dígitos em dois fundamentos): 15 pontos e 14 rebotes. No time do Recife, as maiores pontuadoras foram Tiffany e Adrianinha, que fizeram, respectivamente, 17 e 14 pontos.

Foi a quarta vitória do Maranhão Basquete em seis partidas disputadas e a terceira em casa na atual edição da LBF. Com 10 pontos e 66,7% de aproveitamento, a equipe treinada por Antonio Carlos Barbosa está na terceira posição da Liga, atrás apenas de Americana e do próprio Sport, que sofreu a sua primeira derrota, mas segue na liderança. O rubro-negro possui 85,7% de aproveitamento e 13 pontos.

O Maranhão Basquete mal terá tempo para descansar: voltará a jogar já neste domingo (26), quando enfrentará o Brasília, novamente no ginásio Castelinho. Já o Sport Recife terá mais de uma semana de preparação para o duelo contra Americana, na reedição da última final da LBF, que será realizada no dia 1º de fevereiro.

Iziane tenta a jogada: a camisa 8 terminou a partida com 27 pontos e liderou o Maranhão. (Foto: Biaman Prado / Divulgação)

O jogo

Diante do apoio de sua fanática torcida no Castelinho, o Maranhão Basquete começou bem a partida e, no embalo dos gritos que vinham da arquibancada, abriu 7 a 4 nos primeiros minutos. Porém, o Sport mostrou porque é considerado o grande favorito ao bicampeonato da LBF e tratou de equilibrar a partida. Iziane, esperança do time maranhense, anotou 10 pontos, mas não foi o suficiente: lideradas por Tiffany, que fez seis pontos, as pernambucanas terminaram o primeiro período com uma vitória por 18 a 15.

Após a atuação apenas regular no período inicial, a equipe do Maranhão entrou mais atenta e rapidamente equilibrou as ações: lideradas por Iziane no ataque e com Kelly trabalhando no garrafão defensivo, as donas da casa retomaram a liderança do placar e construíram uma vantagem de seis pontos para o intervalo.

Com 15 pontos e 14 rebotes, a pivô Kelly também se destacou pela equipe maranhense. (Foto: Biaman Prado / Divulgação)

Ainda no ritmo estabelecido no fim do segundo período, o MA Basquete voltou do intervalo com ainda mais disposição em quadra. Mesmo com Iziane bem marcada, Kelly assumiu a responsabilidade e passou a mostrar, no setor ofensivo, a mesma garra dos lances na defesa. Sem sentir a pressão, as maranhenses chegaram a abrir uma diferença recorde de 13 pontos. O Sport, por sua vez, passou a se organizar apenas na metade final do período: com Palmira Marçal bem no jogo e Tiffany pontuando, a equipe do Recife reagiu e cortou um pouco o prejuízo, que ficou na casa dos sete pontos.

Com apenas 10 minutos para reagir e buscar a vitória, o Sport chegou ao último período mais atento e rapidamente abriu uma sequência de cinco pontos para se aproximar do empate. O Maranhão Basquete sentiu a pressão e sofreu para pontuar no último período, permitindo que as pernambucanas impusessem seu melhor jogo e chegassem a três pontos do empate. Nos segundos finais, emoção pura: Adrianinha igualou pelo Sport de longa distância, mas Érika garantiu o MA Basquete na frente restando seis segundos. O rubro-negro ainda tentou uma última jogada, mas não conseguiu converter, para delírio da torcida no Castelinho.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.