Série C

'Fortaleza não sabe jogar no Castelão', provoca Arlindo

Ídolo no Ceará, rival do próximo adversário tricolor, o capitão demonstrou confiança na vaga.
Gustavo Arruda / Imirante10/10/2013 às 00h55
Capitão do Sampaio, Arlindo Maracanã (centro) comemorou a vitória sobre o Rio Branco e comentou sobre o duelo decisivo contra o Fortaleza, no domingo (13). (Foto: Paulo de Tarso Jr / Imirante)

SÃO LUÍS – Sensação de dever cumprido. Assim o volante e capitão do Sampaio, Arlindo Maracanã, definiu o sentimento após a vitória tricolor por 2 a 1 diante do Rio Branco (AC), pelo Campeonato Brasileiro Série C. Para o camisa 7, além de manter as chances de classificação vivas, o resultado foi fundamental por ter acabado de uma vez com as remotas possibilidades de rebaixamento da Bolívia Querida.

“Era esse o nosso primeiro objetivo (fugir do rebaixamento). Em um torneio de pontos corridos, o primeiro objetivo sempre é esse, depois se pensa em avançar e classificar bem. Esperamos agora avançar para a próxima fase, com a vantagem de mandante”, ressaltou o capitão tricolor.

Sobre o adversário na última rodada e rival direto na briga pela classificação, que será o Fortaleza, o volante não foi econômico nas palavras. Ídolo do Ceará, maior rival do Leão, Arlindo afirmou que a Arena Castelão não o assusta. “O Fortaleza é um time perigoso, temos que marcar bem, mas temos força para calar aquele estádio. Para mim, que joguei ali muito tempo, posso falar que o Fortaleza nunca jogou bem no Castelão. Sempre foi bem no Presidente Vargas, mas eles não sabem jogar ali no Castelão”, provocou. “Espero que a gente possa ir bem lá, ter o apoio da torcida do Ceará junto com a do Sampaio e calar o estádio”.

Além de comentar sobre o adversário de domingo (13), o camisa 7 falou sobre o duelo contra o Rio Branco. O capitão elogiou a torcida, que compareceu em bom número ao Castelão, e se desculpou por não ter realizado uma partida ainda melhor. “Hoje o Castelão estava muito bonito, a torcida empurrou bastante. Só lamento que poderia ter sido uma goleada histórica, foi jogo de uma equipe só, mas valeu pela vitória. Hoje somos vice-líderes, voltamos à luta e vamos lutar para se classificar”, afirmou.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.