Campeonato Maranhense

Sampaio Corrêa vence o Maranhão Atlético e abre vantagem na final do Maranhense

Bolívia Querida está a um empate de faturar o 37º título estadual de sua história.

Gustavo Arruda / Imirante Esporte

Atualizada em 30/05/2024 às 03h52
Sampaio Corrêa e Maranhão Atlético iniciaram a final do Campeonato Maranhense nesta quarta-feira (29). (Ronald Felipe / Sampaio Corrêa FC)

SÃO LUÍS - Depois de muita expectativa e uma longa espera, Sampaio Corrêa e Maranhão Atlético disputaram o primeiro jogo da final do Campeonato Maranhense 2024 na noite desta quarta-feira (29), no Estádio Castelão. Pressionado por um longo jejum de vitórias e de gols na temporada, a Bolívia Querida deu a resposta que o torcedor tricolor precisava, justamente em um momento de decisão: mostrando eficiência no ataque, o Sampaio venceu o Maranhão por 1 a 0 e saiu na frente na briga pelo título do Estadual.

Leia também:

Zé Augusto elogia atuação do Sampaio Corrêa: "Vitória importante para dar confiança"

Atletas do Maranhão Atlético lamentam derrota, mas ressaltam: "Não há nada perdido"

Herói do Sampaio Corrêa no 1º jogo da final, Maurício celebra oportunidade entre os titulares

Sampaio Corrêa encerra série de jejuns com vitória no clássico Samará

Cortez valoriza vitória do Sampaio Corrêa no 1º jogo da final: "Resultado muito bom"

Maranhão Atlético terá retorno de três titulares no segundo jogo contra o Sampaio Corrêa

Disposto a abrir vantagem já na partida de ida da decisão do Campeonato Maranhense, o Sampaio Corrêa pressionou o Maranhão Atlético durante o primeiro tempo e perdeu pelo menos duas grandes chances com Bruno Baio e Edrean. Na segunda etapa, o Maranhão voltou melhor, mas o Sampaio conseguiu segurar os avanços do rival e garantiu a vitória com um gol de Maurício, aos 16 minutos do segundo tempo.

A data da segunda partida da final entre Maranhão Atlético e Sampaio Corrêa ainda aguarda definição por parte da Federação Maranhense de Futebol (FMF), mas a tendência é que o confronto decisivo seja realizado no dia 15 de junho, um sábado, no Estádio Castelão. O Sampaio tem a vantagem do empate para ser campeão, enquanto o Maranhão fica com a taça em caso de vitória por dois ou mais gols de diferença. Caso o MAC vença o jogo de volta por um gol de diferença, a decisão vai para as cobranças de pênaltis.

Após duelarem pela decisão do Estadual, Sampaio Corrêa e Maranhão Atlético voltam agora as suas atenções para as suas respectivas divisões do Campeonato Brasileiro. O Sampaio enfrenta o Remo na tarde deste sábado (1º), às 17h, no Estádio Castelão, pela sétima rodada da Série C, enquanto o Maranhão joga contra o Tocantinópolis neste domingo (2), a partir das 16h, no Estádio Nhozinho Santos, em partida da sexta rodada da fase de grupos da Série D.

O jogo

O Sampaio Corrêa foi para cima do Maranhão Atlético no início de partida no Castelão. Logo aos 10 minutos, Jhonata Varela arriscou o chute de longe, Moisés deu rebote, e Bruno Baio, livre, chutou para fora. Já aos 15, Edrean fez o levantamento para a grande área, a zaga do MAC não conseguiu afastar, e Pimentinha conseguiu o giro para a finalização, que foi defendida por Moisés.

Depois de segurar a pressão inicial do Sampaio Corrêa, o Maranhão Atlético tentou equilibrar as ações. Aos 18 minutos, Felipe Cruz puxou o contra-ataque, passou pela marcação de Cortez e arriscou o chute, que saiu pela linha de fundo. Pouco depois, aos 31, Cavi tentou o cruzamento na pequena área para Felipe Cruz, mas o atacante não conseguiu o desvio para o gol.

Na reta final do primeiro tempo, o Sampaio Corrêa voltou ao campo de ataque e desperdiçou uma oportunidade inacreditável. Aos 39 minutos, Pimentinha roubou a bola de Pedro Gustavo na grande área e passou a bola para Edrean, que estava sozinho diante de Moisés, porém, mandou a bola na trave esquerda.

Maurício decide pelo Sampaio Corrêa no segundo tempo

Dominado pelo Sampaio Corrêa durante o primeiro tempo, o Maranhão Atlético voltou do intervalo com uma postura mais agressiva. Logo aos quatro minutos do segundo tempo, Vinícius Barata teve uma grande chance de abrir o placar para o Quadricolor e acertou a trave. A pressão do MAC, entretanto, não intimidou o Sampaio, que voltou ao ataque e abriu o placar aos 16 minutos: após receber passe de Pimentinha na entrada da grande área, Maurício arriscou o chute de longe e acertou o canto direito de Moisés.

No prejuízo, o Maranhão Atlético avançou as suas linhas em busca da reação, enquanto o Sampaio Corrêa explorava as jogadas rápidas, com foco em marcar o segundo gol. Aos 18 minutos, Rafael teve uma boa chance pelo MAC em chute da entrada da grande área, que foi defendido sem sustos por Felipe. O Sampaio respondeu aos 30, com Pimentinha, que passou pela marcação quadricolor e chutou firme, acertando a rede pelo lado de fora.

Após algumas mudanças, o Maranhão Atlético foi todo ao ataque nos últimos instantes de partida no Castelão, porém, o Sampaio Corrêa se manteve firme na defesa, segurando as tentativas do Quadricolor. Franklin, aos 50 minutos, teve a última grande chance do jogo pelo MAC, mas Felipe fez grande defesa e confirmou a vitória do Sampaio no clássico Samará.

FICHA TÉCNICA

SAMPAIO CORRÊA: Felipe; Lucas Lopes, Franklin, Itambé e Cortez; Jhonata Varela, Maurício e Ferreira (Pablo); Pimentinha (Gazão), Edrean (João Felipe) e Bruno Baio (Nadson). Treinador: Zé Augusto

MARANHÃO ATLÉTICO: Moisés; Franklin, Fernando, Pedro Gustavo e Hugo Leonardo; Cavi, Vander, Adeilson (Pedro Guilherme) e Vinícius Barata (Bacurau); Alison Araçoiaba (Rafael) e Felipe Cruz (Clessione). Treinador: Vinícius Saldanha

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.