Série C

Técnico interino do Imperatriz, Jairo Nascimento desabafa após nona derrota: "Não podemos desistir"

Cavalo de Aço tem apenas um ponto na Série C e precisa de reação histórica para evitar o rebaixamento.
Gustavo Arruda / Imirante Esporte15/10/2020 às 23h27
Técnico interino do Imperatriz, Jairo Nascimento desabafa após nona derrota: "Não podemos desistir"Jairo Nascimento, técnico interino do Imperatriz. (Divulgação)

IMPERATRIZ - Dono da pior campanha do Campeonato Brasileiro Série C e precisando de uma reação histórica para evitar o rebaixamento para a Quarta Divisão, o Imperatriz sofreu, na noite de quarta-feira (14), a nona derrota consecutiva na competição nacional. Em partida atrasada da segunda rodada da Terceirona e disputada no Estádio Frei Epifânio, o Cavalo de Aço até abriu o placar diante do Jacuipense, mas não conseguiu manter o ritmo no segundo tempo e foi derrotado por 2 a 1 pela equipe baiana.

Treinador interino do Imperatriz desde a saída de Estevam Soares, Jairo Nascimento usou seu perfil no Twitter para escrever um longo desabafo sobre a crise no Cavalo de Aço. O comandante do Cavalo de Aço lamentou as dificuldades nos últimos jogos contra Treze e Jacuipense, quando o elenco colorado sofreu várias baixas e quase não reuniu um número suficiente de atletas para entrar em campo pela Série C.

"Esse não era o momento em que eu desejava assumir o comando técnico do Imperatriz, mesmo que seja interinamente, mas, quando eu aceitei, já sabia que não seria fácil. Em cinco dias, tivemos que montar uma equipe para jogar dois jogos, com atletas lesionados, outros voltando de lesões, só 16 atletas à disposição. Praticamente sem reposição. Ainda surgiram as contusões dentro dos jogos, o que termina comprometendo o sistema de jogo adotado", afirmou Nascimento.

Mesmo com todos os problemas dentro e fora de campo, Jairo Nascimento fez questão de destacar o empenho dos atletas que permaneceram no Imperatriz para o segundo turno da fase de grupos da Série C. Para o treinador interino, o Cavalo de Aço melhorou o desempenho nas últimas rodadas, apesar das derrotas que complicaram ainda mais a equipe maranhense na luta contra a degola.

"Com relação à postura dos atletas, é outra em campo, um time que busca a organização nos setores e, com a bola, procura propor o jogo, tentando resgatar o verdadeiro futebol do Imperatriz, que todos éramos acostumados a ver em campo. Um time vibrante, que esbarra nas suas limitações. É notória a evolução da equipe. Estivemos muito perto do resultado positivo nos dois jogos, mas não veio por alguns detalhes, não está faltando vontade e nem empenho dos atletas. É necessário ter paciência nesse momento conturbado de reformulação que o Imperatriz está vivendo", pediu o treinador.

Restando apenas oito partidas para conquistar pontos e garantir uma permanência improvável do Imperatriz na Série C, Jairo Nascimento não jogou a toalha e mantém sua confiança em melhores resultados do Cavalo de Aço. O treinador acredita na disposição do elenco colorado para voltar a pontuar e permanecer na briga para escapar da Quarta Divisão.

"Eu, como treinador interino do Imperatriz, tenho como objetivo extrair o máximo desses atletas que ficaram no clube e resgatar o futebol competitivo que pode ser apresentado por esses jogadores. Não podemos desistir, essa palavra não entra no nosso vocabulário", disse Jairo.

O próximo jogo do Imperatriz na Série C será disputado na tarde deste domingo (18), às 16h, diante do Jacuipense, no Estádio de Pituaçu, em Salvador. Em 10 rodadas na Terceirona, o Cavalo de Aço conquistou apenas um ponto, 10 a menos que o Manaus, primeiro time fora da zona de rebaixamento.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.