Campeonato Maranhense

Cleibson Ferreira reclama da arbitragem após eliminação para o Imperatriz

Treinador diz que MAC perdeu direito de jogar de igual para igual.
João Rodrigues/ Imirante Imperatriz26/03/2017 às 09h03

IMPERATRIZ – O treinador Cleibson Ferreira disse que não costuma tirar a responsabilidade de sua equipe em uma derrota, mas afirmou que erros da arbitragem acabaram por contribuir para a eliminação do Maranhão Atlético Clube (MAC), nesse sábado (25), em Imperatriz. O time vai se reforçar e focar agora no segundo turno.

No ponto de vista de Cleibson Ferreira, dentre os erros capitais da partida estão a falta no lance que deu origem ao primeiro gol do Imperatriz, a um minuto de jogo. Para o técnico não foi falta, assim como foi mal anulado o gol de empate do MAC no lance seguinte e a não marcação de um pênalti para o time quadricolor.

“Não botando culpa em arbitragem, porque nós, também, falhamos em algumas situações, mas é muito difícil você jogar um primeiro tempo tendo a oportunidade e a arbitragem nos tira esse direito de disputarmos uma final”, disse o técnico que, também, elogiou a campanha do Imperatriz.

Ferreira reconheceu que o Cavalo de Aço vem fazendo uma excelente campanha na competição.

“Mérito do Imperatriz, que faz uma excelente campanha e está aí numa final, mas acredito que se esses lances tivessem sido marcados a história teria sido diferente, mas acredito que nos tiraram o direito, logo no início de uma partida, de disputar um jogo de igual para igual”, encerrou. Sobre a arbitragem, ao fim da partida o treinador Sinomar Naves, também, reclamou que o árbitro Mayron Frederico foi econômico nos cartões amarelos para o MAC, ao contrário do Imperatriz.

O time vai manter os trabalhos para o segundo turno, que é mais rápido e difícil. “Mas o time está amadurecendo, jogadores novos estão chegando e a gente espera ter um segundo turno melhor e chegarmos em uma final”, encerrou.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.