Motociclismo

Manobrista feminina rouba a cena no 2º Motoimp

Letycia Wheeliung, de 19 anos, é única mulher entre os vários motociclistas.
Angra Nascimento /Imirante Imperatriz11/09/2016 às 09h07

IMPERATRIZ – A arena do motoshow do 2º Encontro de Motociclismo de Imperatriz (Motoimp), teve uma presença que não passou despercebida. Letycia Wheeliung, de 19 anos, foi um show à parte, além das motos de auto cilindradas, nessa sexta-feira (9). É que a jovem imperatrizense é a única mulher entre os vários manobristas do sexo masculino que participam do evento.

Letícia está participando da programação do Motoimp como convidada e não esconde a satisfação de ser a única mulher em meio aos marmanjos. “Me sinto muito lisonjeada e orgulhosa por estar mostrando através de manobras radicais que mulher fica aonde quiser, mulher pode fazer o que ela quer”, diz, ressaltando que o motociclismo não é coisa só de homem.

Assim como os manobristas do sexo masculino, Letícia, também, treina bastante para fazer bonito na hora de desafiar o perigo. “Eu lutei muito para estar aqui hoje, e fico feliz de ser o orgulho da classe feminina, dos meus fãs como um todo e da minha família”.

Letícia Wheeliung, que defende a causa de que lugar de mulher é aonde ela quiser, faz várias manobras na modalidade Wheeling, como: zero em cadeirinha, zero sentado, suicida e outras. Todas, segunda a manobrista, exigem treino e habilidade. “O Wheeling, é uma modalidade de esporte que sempre surgem manobras novas, portanto requer muito treino para quem optar por praticar”, explica a jovem que se define apaixonada por motociclismo.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.