Cavalo de Aço

Torcida comparece ao Estádio Frei Epifânio em apoio ao Cavalo de Aço

Os torcedores incentivaram o time, mas deixaram o estádio tristes.
João Rodrigues/ Imirante Imperatriz24/01/2016 às 18h07

IMPERATRIZ – Dizer que o Estádio Frei Epifânio estava lotado não procede, mas considerar que o “caldeirão” estava vazio seria uma injustiça com milhares de torcedores que foram apoiar o Imperatriz na estreia do Estadual contra o MAC. Certeza mesmo só o amor da torcida pelo Cavalo de Aço.

(Foto: João Rodrigues/ Imirante Imperatriz)

A maioria dos torcedores estava nas arquibancadas das áreas descobertas. Não faltaram faixas, a tradicional charanga cavalina e os gritos de incentivo ao Cavalo, como “Açooo, Açooo, Açooo”.

A torcida imperatrizense começou comemorando, graças ao gol de Dênis, mas no intervalo da partida o placar já estava em 2 a 1 para o Maranhão Atlético, situação que já preocupava os torcedores.

“A gente vem porque quer saber como está o time para poder apostar, mas o elenco não está correspondendo. Para trazer jogador perna de pau, em Imperatriz tem jogador perna de pau”, desabafou o professor Jomilson Santos.

O torcedor Francisco Bandeira disse que o time deixou a desejar, mas a diretoria teve culpa por não regularizar os jogadores a tempo de estrear no Campeonato Maranhense.

(Foto: João Rodrigues/ Imirante Imperatriz)

“Fiquei sabendo que tiveram alguns jogadores que não foram regularizados e a situação fica difícil para o treinador. O que a gente vê é que o Maranhão está dominando o jogo, jogando muito fácil, mas vamos esperar”, avaliou o torcedor Francisco Bandeira.

A paciência dos torcedores acabou quando o MAC fez o terceiro gol numa falha de comunicação entre Otávio e Edson e a bola sobrou para Maurício mandar uma bomba de longe.

(Foto: João Rodrigues/ Imirante Imperatriz)

A partir daí alguns torcedores passaram chamar o treinador de burro e dizer que os jogadores eram “penas de pau”. Quase no fim da partida alguns torcedores, ainda, ensaiaram uma vaia ao time, mas houve quem, também, reconhecesse os problemas enfrentados pelo time, em razão dos desfalques, e apoiado o elenco.

(Foto: João Rodrigues/ Imirante Imperatriz)

Organização

Os torcedores começaram a chegar ao estádio, a cerca de 1 hora do inicio do jogo e somente após os dez minutos iniciais é que eles pararam de chegar.

Seja em torcidas organizadas ou entre amigos e familiares, os torcedores demonstraram muita animação. A torcida organizada Força Jovem Cavalina, por exemplo, reuniu seus integrantes muito antes da partida. Os torcedores fizeram uma "vaquinha" e compraram papel picado, foguetes,faixas entre outros para incentivar o time, segundo Robério Barros, um dos coordenadores.

Galeria de fotos

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.