Futebol

André Jardine recebe Prêmio Brasil Olímpico por ouro em Tóquio 2020

Treinador será homenageado pelo bicampeonato olímpico no futebol.
Imirante Esporte, com informações da CBF04/12/2021 às 17h11
André Jardine recebe Prêmio Brasil Olímpico por ouro em Tóquio 2020André Jardine, técnico da Seleção Brasileira Sub-20 e da Seleção Brasileira Olímpica. (Lucas Figueiredo / CBF)

RIO DE JANEIRO - Ele foi o comandante da Seleção Brasileira durante todo o ciclo olímpico até os Jogos de Tóquio 2020. Assumiu o projeto após vencer o Torneio Maurice Revello (Torneio de Toulon), na França, quando ainda só treinava a Seleção Sub-20. Promovido, conduziu a preparação do grupo sub-23 por 23 jogos até a abertura do torneio de futebol no Japão, contra a Alemanha. Neste período, André Jardine mostrou ser o treinador que o credenciou à Seleção: moderno, estudioso, comprometido e vencedor. O reconhecimento veio com a medalha de ouro após a campanha invicta em Tóquio e será ratificado na próxima terça-feira (7), em Aracaju-SE, quando receberá o Prêmio Brasil Olímpico 2021 de melhor treinador em modalidade coletiva.

"É uma honra receber uma premiação com esta. Mais um reconhecimento pelo grande trabalho coletivo que desenvolvemos aqui na CBF para conquistar a segunda medalha de ouro para o Brasil. Era nossa obsessão. Neste momento, gostaria de agradecer ao esforço de toda a comissão técnica e toda entrega dos nossos atletas", repercutiu Jardine sobre a notícia do COB.

Realizador do evento, o Comitê Olímpico do Brasil (COB) escolheu os seis técnicos campeões olímpicos no Japão para receberem o Prêmio Brasil Olímpico 2021. Além de Jardine, Fernando Possenti (maratonas aquáticas), Francisco Porath (ginástica artística), Javier Torres (vela), Lauro Souza (canoagem velocidade) e Mateus Alves (boxe), serão premiados nas modalidades individuais.

Além de homenagear os melhores técnicos do ano, a 22ª edição do Prêmio Brasil Olímpico ainda terá outros destaques. A maior premiação anual do esporte olímpico brasileiro relembrará a histórica campanha do Time Brasil na capital japonesa. Todos os atletas medalhistas serão convidados a subir ao palco para a recepção de troféus especiais e homenageará os 51 melhores atletas de cada modalidade. Concorrem ao troféu de Melhor Atleta do Ano: Ana Marcela Cunha, Rayssa Leal e Rebeca Andrade, no feminino, e Hebert Conceição, Isaquias Queiroz e Italo Ferreira, no masculino.

“Esse prêmio visa valorizar o excelente trabalho dos nossos treinadores nessa edição olímpica. Em virtude do resultado histórico que o Brasil obteve e as expressivas conquistas, fruto de muito trabalho, competência e qualidade na preparação dos atletas, o COB não poderia tomar outra atitude a não ser reconhecer todos estes profissionais. São treinadores que tiveram conquistas de extrema relevância no mundo olímpico e o controle sobre todo o processo de preparação, mesmo diante das adversidades”, disse diretor de esportes do COB, Jorge Bichara.

O Prêmio Brasil Olímpico 2021 será realizado no Teatro Tobias Barreto, em Aracaju, na próxima terça-feira (7).

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

Selo IVC
© 2019 - Todos os direitos reservados.