Futebol

Pia Sundhage comenta derrota do Brasil em amistoso contra a Austrália

Seleção Feminina encara novamente as australianas nesta terça (26).
Imirante Esporte, com informações da CBF24/10/2021 às 18h56
Pia Sundhage comenta derrota do Brasil em amistoso contra a AustráliaPia Sundhage, técnica da Seleção Brasileira Feminina. (Thais Magalhães / CBF)

SYDNEY (AUSTRÁLIA) - A Seleção Brasileira Feminina entrou em campo no sábado (23), em Sidney, para enfrentar a Austrália. Em um duro teste, as Guerreiras do Brasil perderam para as donas da casa por 3 a 1. Após a partida, a técnica Pia Sundhage analisou o desempenhou da equipe.

"Tiveram períodos no primeiro tempo que achei bons, tanto na defesa quanto no ataque. Estou feliz que todas estão saudáveis, além do fato de termos marcado um gol, o que é importante. No geral, foi um jogo emocionante, temos muitas coisas para aprender deste jogo e isso é um bom começo" disse a técnica.

Pia Sundhage aproveitou a partida deste sábado contra a Austrália para colocar em campo um time bastante modificado em relação ao jogo anterior da equipe, além de aproveitar bastante as substituições ao longo da partida. Foram seis trocas no total, com direito ao gol brasileiro sendo marcado por uma dessas atletas que saiu do banco, a atacante Adriana.

"Quando você traz novas jogadoras na parte de trás, é um pouco difícil, mas é assim que funciona. Tivemos alguns bons exemplos e boas respostas. Se você olhar para Antonia, por exemplo, eu acho que ela teve um jogo muito bom, o primeiro tempo com a Érika e o segundo com a Tainara. Esse tipo de respostas são interessantes, a Bruninha teve algumas situações interessantes também. Então, a cada minuto desses jogos internacionais, principalmente com a Austrália, a quarta equipe do mundo depois das Olimpíadas, é uma ótima experiência", explicou.

Com mais um jogo contra a Austrália pela frente, a técnica da Seleção Brasileira enfatizou que este é o momento de dar experiência às novas jogadoras, e que seguirá promovendo estas oportunidades para as atletas que estão chegando.

"É um pouco diferente das Olimpíadas, temos algumas jogadoras novas chegando e tenho que dar-lhes tempo, porque no primeiro jogo, elas estão um pouco nervosas e assim por diante. Elas não estão conectadas com as jogadoras, mas temos que acreditar em certas coisas e eu acredito nas jogadoras novas. Apenas dou tempo, enquanto dou experiência. Esses dois jogos aqui acho que são bons para nós ao longo do prazo", projetou.

Na próxima terça-feira, a Seleção Brasileira volta a enfrentar a Austrália, novamente em Sidney, capital do país adversário. A partida está marcada para as 6h05 (Brasília).

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.