"LAROYÉ"

Paulinho, da Seleção Olímpica, vira sinônimo de representatividade religiosa

O atleta Paulinho, ex-Vasco, comemorou com gesto típico de Oxóssi.
Cainã Oliveira / Imirante.com 22/07/2021 às 15h41
Paulinho, da Seleção Olímpica, vira sinônimo de representatividade religiosaO atleta é declarado um candomblecista . (Foto: Globo)

O jogador do Bayer Leverkusen e da Seleção Olímpica do Brasil, Paulinho, ex-Vasco, voltou a enaltecer a sua cultura e suas tradições religiosas nesta quinta-feira (22), após marcar o quarto e último gol da seleção contra a Alemanha, em vitória por 4x2.

Com um arco e flecha imaginários, o atleta "atirou" flechas, o que seria comum pois também se trata de uma modalidade olímpica. Entretanto, Paulinho é declarado um candomblecista e, quando foi convocado, já havia comemorado da mesma forma. Na época o atleta agradeceu a Exú.

"Nunca foi sorte, sempre foi Exú. LAROYÉ Vamos Brasil", escreveu o jogador após ser convocado.

Para deixar ainda mais claro que a comemoração não foi ao acaso, após o gol o atleta compartilhou imagens e escreveu: "LAROYÉ", que é como uma saudação e pode ser traduzida como "Salve, mensageiro".

Repercussão e Representatividade

Realmente o atleta tem passado uma mensagem de representatividade para os seguidores das religiões africanas, foi o que muitos torcedores falaram nas redes sociais.

O cantor Felipe "Ret" enalteceu a comemoração do atleta, "Nunca podemos esquecer o qt a igreja demoniza sistematicamente a fé afro".

"Sabe o que me emociona mais na comemoração do Paulinho? Fui criança de terreiro, nasci e cresci em um, e sei como crianças de terreiro se sentem quando veem referências assim sobre orixás. São nossos super-heróis! Pro adulto é bacana pacas, mas para a criançada... Que alegria!", confessou um dos usuários do Twitter.

"Alo, Paulinho. O povo de axé está contigo. Nós estamos orgulhosos e representados. Hoje eu vi minha irmã se emocionar com seu gol e ela nem gosta de futebol. "Eu amo Oxossi", foi oq ela me respondeu. Tu está sendo histórico. Continue e saiba que és enviado de Exu", completou outro.

como se fala na religião, é filho de Oxóssi, o orixá das matas e florestas. Conhecido como o orixá caçador, Oxóssi usa o arco e flecha como ferramenta, chamada de ofá. Uma das coreografias do orixá nas festas – os xirês – é justamente a flechada. Por isso o atacante fez o gesto de atirar uma flecha imaginária, em homenagem ao seu guia.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.