Futebol

André Jardine avalia último teste do Brasil antes de estreia na Olimpíada

Seleção Olímpica goleou os Emirados Árabes em amistoso na Sérvia.
Imirante Esporte, com informações da CBF16/07/2021 às 21h00
André Jardine avalia último teste do Brasil antes de estreia na OlimpíadaAndré Jardine, técnico da Seleção Brasileira Olímpica. (Lucas Figueiredo / CBF)

NOVI SAD (SÉRVIA) - Um último teste para tirar importantes lições e esquentar os motores para a estreia nos Jogos Olímpicos. Foi assim que o técnico André Jardine avaliou a goleada da Seleção Olímpica Masculina por 5 a 2 sobre os Emirados Árabes Unidos, na quinta-feira (15).

Após a vitória, o treinador analisou o desempenho da Seleção e falou sobre o que pode se tirar como lição para a estreia em Tóquio, marcada para a próxima quinta-feira (22), contra a Alemanha. Jardine viu o Brasil com pouco ritmo de jogo e projetou um nível melhor na partida diante dos alemães.

"Tem muito jogador vindo de férias. Para metade do time, praticamente, é o primeiro jogo da temporada, ainda sem ritmo. Acho que um pouquinho dos gols perdidos tem muito disso, falta um pouquinho de ritmo, de precisão no acabamento. Os próprios gols que a gente sofreu, falta um timing, um ritmo a mais", avaliou Jardine, antes de projetar o primeiro jogo na Olimpíada:

"O amistoso nos coloca um passo a frente do nível que a gente estava hoje, com mais treinamentos, para fazermos algumas correções, evoluir mais alguma coisa e, com o acréscimo dos jogadores que estão chegando, acho que vamos estrear num nível melhor. Com certeza, teremos que crescer ao longo da competição para chegar a um nível para poder adicionar a medalha".

Apesar da citada falta de ritmo, a Seleção Brasileira mostrou algumas de suas principais características durante a vitória. Uma delas foi justamente o volume de jogo e a criação de oportunidades no ataque. Depois de um empate por 1 a 1 na primeira etapa, a Seleção ajustou a pontaria no segundo tempo e saiu de campo com cinco gols marcados.

"Bastante disposição, uma capacidade de criar situações. Desperdiçamos muito, mas criamos muito, isso é sempre positivo. Em nenhum momento lamentação, em nenhum momento paramos de correr e competir. Gostei do potencial do banco de entrar e fazer a diferença, mesmo com 15, 20 minutos. Muita coisa boa e muita coisa que podemos corrigir", ponderou Jardine.

A goleada por 5 a 2 sobre os Emirados Árabes Unidos foi o último teste da Seleção Brasileira Masculina antes da estreia nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. O grupo já viajou para o Japão, onde se prepara para o primeiro jogo pela competição, contra a Alemanha, em Yokohama, na próxima quinta (22).

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.