Futebol

Funcionária da CBF apresenta denúncia de assédio sexual e moral contra Rogério Caboclo

A denúncia foi protocolada na Comissão de Ética da CBF e na Diretoria de Governança e Conformidade.
Imirante Esporte, com informações do GE.COM04/06/2021 às 19h25
Funcionária da CBF apresenta denúncia de assédio sexual e moral contra Rogério CabocloRogério Caboclo, presidente da CBF. (Reprodução / Rede Amazônica)

RIO DE JANEIRO - O presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rogério Caboclo, foi formalmente acusado de assédio moral e sexual por uma funcionária da entidade nesta sexta-feira (4). A denúncia foi protocolada na Comissão de Ética da CBF e na Diretoria de Governança e Conformidade.

De acordo com o site GE.com, a funcionária detalhou episódios vividos por ela desde abril de 2020 com Rogério Caboclo. Entre os fatos narrados pela funcionária, estão constrangimentos sofridos com o presidente da CBF e na presença de diretores da entidade, durante viagens e reuniões. No documento, a mulher afirma ter provas de todos os fatos narrados e pede que Caboclo seja investigado e punido, não só com o afastamento da CBF, mas também pela Justiça.

Procurado pela reportagem do GE.com, Rogério Caboclo respondeu por meio de seus advogados. "A defesa de Rogério Caboclo responde que ele nunca cometeu nenhum tipo de assédio. E vai provar isso na investigação da Comissão de Ética da CBF", diz a publicação.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.