Futebol

Edina Alves será a única juíza de campo do Brasil na Olimpíada

Neuza Back (assistente) e Wagner Reway (VAR) também vão a Tóquio.
Imirante Esporte, com informações da Agência Brasil24/04/2021 às 14h02
Edina Alves será a única juíza de campo do Brasil na OlimpíadaA árbitra brasileira Edina Alves Batista. (Divulgação / Fifa)

ZURIQUE (SUÍÇA) - A paranaense Edina Alves Batista, de 41 anos, foi anunciada pela Fifa como juíza de campo nas partidas de futebol femininas e masculinas da Olimpíada de Tóquio (Japão). Edina desponta como a única brasileira na lista de 25 juízes. Outros dois árbitros do país também foram selecionados: Neuza Back (assistente) e Wagner Reway (VAR).

"A preparação dos árbitros indicados para essas competições importantes será monitorada regularmente e de perto antes durante os Jogos Olímpicos por uma equipe de treinadores técnicos, incluindo árbitros da FIFA e instrutores de árbitros assistentes de vídeo (VAR), preparadores físicos, fisioterapeutas e cientistas do esporte, fornecendo aos árbitros, árbitros assistentes e árbitros assistentes de vídeo a melhor preparação e apoio possíveis", disse a Fifa em nota.

Ao entidade oficializou ao todo 99 árbitros para os Jogos de Tóquio: 25 juízes de campo, 50 árbitros-assistentes, 20 árbitros de vídeo (VAR) e quatro de apoio.

No início de fevereiro deste ano, Edina Alves comandou o trio de arbitragem no Mundial de Clubes da Fifa, no Catar. Desde 2016 a paranaense integra o quadro de arbitragem da Fifa. Edina Alves já atuou na Série A do Campeonato Brasileiro Masculino e em uma semifinal da Copa do Mundo Feminina (2019).

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.