Campeonato Brasileiro

Fluminense bate o Ceará fora de casa e continua na briga pelo G-4

Tricolor chegou aos 60 pontos, dois a menos que Atlético Mineiro e São Paulo.
Imirante Esporte, com informações da CBF15/02/2021 às 20h27
Fluminense bate o Ceará fora de casa e continua na briga pelo G-4O Fluminense derrotou o Ceará na Arena Castelão. (Kely Pereira / AGIF)

FORTALEZA - Pela 36ª rodada do Brasileirão, o Fluminense visitou o Ceará nesta segunda-feira (15), e levou a melhor na Arena Castelão. Com gols dos jovens da base, John Kennedy, Martinelli e Samuel, o Tricolor bateu o Vozão por 3 a 1 e segue firme em busca de uma vaga direta na próxima edição da Libertadores. Vina, de pênalti, descontou para a equipe alvinegra.

Com o resultado, o Flu segue na quinta posição da tabela de classificação da Série A, mas agora com 60 pontos – apenas dois atrás de Atlético-MG e São Paulo, terceiro e quarto colocados, respectivamente. O Ceará, com 46, aparece na 12ª posição.

O jogo

O primeiro tempo na Arena Castelão começou equilibrado, com as duas equipes buscando o gol, mas sem criar chances muito perigosas de abrir o placar. Do lado do Ceará, a melhor chegada foi aos 27 minutos, quando Saulo ficou com a bola e carregou até cruzar rasteiro para Vina. O meia tentou tirar do goleiro Marcos Felipe, mas acabou finalizando para fora. O Fluminense respondeu logo em seguida, com Nino dando ótimo passe para John Kennedy, que recebeu, entrou na área, mas acabou furando na hora do último passe. Com um pouco mais de posse de bola, o Flu conseguiu sair na frente na marca dos 44. Nenê deu assistência para John Kennedy, que dessa vez não desperdiçou a chance e mandou cruzado para fazer 1 a 0 para a equipe carioca.

Na volta do intervalo, o Ceará teve boa chance de empatar a partida logo aos dois minutos, quando Wescley tabelou com Vina e mandou a bola para o meio. No bate-rebate, Nino acabou salvando em cima da linha e evitando o gol do Vozão. Depois, aos 13, o Fluminense acabou ­ampliando a vantagem. Nenê acionou Egídio na linha de fundo, que alcançou e tocou para trás. Martinelli chegou e encheu o pé para finalizar para o fundo do gol: 2 a 0. Atrás no marcador, a equipe da casa seguiu se lançando ao ataque e conseguiu descontar aos 32. Vina sofreu falta de Calegari dentro da área, e o próprio camisa 29 cobrou o pênalti para diminuir. Antes do apito final, já aos 42, Samuel aproveitou bola alta colocada na área e se jogou para marcar de cabeça para o Tricolor e dar números finais ao confronto: 3 a 1.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.