"Prejudicado pelo VAR"

Vasco pede anulação da partida contra o Internacional

A Comissão Nacional de Arbitragem afirmou que, "conforme os princípios do Protocolo do VAR, foi corretamente mantida a decisão de campo de validar o gol".
Imirante Esporte, com informações do Vasco14/02/2021 às 22h19
Na tarde deste domingo, o Internacional derrotou o Vasco por 2 a 0, pela 36ª rodada da competição. / Foto: Thiago Ribeiro/AGIF.

O Club de Regatas Vasco da Gama afirmou que entrará com um pedido de anulação da partida contra o Internacional, que aconteceu neste domingo (14), em São Januário, válida pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro de Futebol. O time afirma que foi “claramente prejudicado pelo VAR”.

Na tarde deste domingo, o Internacional derrotou o Vasco por 2 a 0, pela 36ª rodada da competição. O resultado mantém a equipe gaúcha isolada na ponta da tabela, com 69 pontos, um a mais que o vice-líder Flamengo. Já o Cruzmaltino tem 37 pontos e segue na zona de rebaixamento.

Saiba mais sobre a partida: Internacional vence Vasco fora de casa e se mantém no topo

Em ofício, assinado pelo presidente Jorge Salgado imediatamente após o término do confronto, e solicitado que fosse anexado ao relatório da do jogo, o Vasco afirma que o “VAR disfuncional não anula gol do Internacional em flagrante impedimento”.

“O que presenciamos hoje em São Januário foi mais uma repetição do ultraje que tem sido a atuação da arbitragem da CBF em nossas partidas. Pediram para retirarem uma câmera da Vasco TV, ‘descalibraram’ a linha e ironizaram nosso treinador dizendo que avaliariam as imagens ‘de casa’. Já são 18 apitos contra o Vasco, em uma disparidade desrespeitosa em relação a qualquer outro time da competição. Estou acionando a CBF por telefone hoje para uma reunião esclarecedora. Vamos requerer na justiça a anulação desse jogo”, declara Jorge Salgado.

O jurídico do Vasco já está reunindo todas as informações pertinentes para acionar o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e buscar os direitos do Clube.

Leia a nota do Club de Regatas Vasco da Gama

Clube solicita que protesto seja anexado ao relatório da partida neste domingo (14), em São Januário. / Foto: Divulgação/Vasco.

Por meio de nota, a Comissão Nacional de Arbitragem afirmou que solicitou à empresa, responsável pela operação do VAR, “esclarecimentos sobre a questão técnica que prejudicou a utilização das linhas de impedimento em um dos lances do jogo”. Mas afirmou que não foi constatado nenhum erro claro da arbitragem de campo.

Leia a nota na íntegra:

A Comissão Nacional de Arbitragem solicitou à empresa Hawk-Eye, responsável pela operação dos equipamentos do VAR, esclarecimentos sobre a questão técnica que prejudicou a utilização das linhas de impedimento em um dos lances do jogo entre Vasco e Internacional, válido pelo Campeonato Brasileiro, realizado neste domingo, dia 14.

A Comissão destaca que o lance, do primeiro gol do Internacional, mesmo assim foi checado pela equipe do VAR, não sendo constatado nenhum erro claro da arbitragem de campo. Portanto, conforme os princípios do Protocolo do VAR, foi corretamente mantida a decisão de campo de validar o gol.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.