Liga de Basquete Feminino

LBF cancela temporada, e Sampaio Basquete adia sonho do tricampeonato

Tricolor venceu a única partida que disputou na competição nacional em 2020.
Imirante Esporte, com informações da Agência Brasil23/06/2020 às 23h39
LBF cancela temporada, e Sampaio Basquete adia sonho do tricampeonatoSampaio Basquete só disputou uma partida na temporada 2020 da LBF. (Matheus Marques)

SÃO PAULO - A Liga de Basquete Feminino (LBF) cancelou a edição 2020 do torneio. A decisão foi tomada pelas equipes e pela diretoria da competição, durante reunião por videoconferência realizada nesta terça-feira (23). A LBF teve início em 8 de março, mas foi paralisada seis dias depois, com apenas três jogos disputados, devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). As partidas estavam suspensas até o último sábado (20).

Atual campeão da Liga de Basquete Feminino, o Sampaio Basquete venceu a única partida que disputou na temporada 2020: no dia 13 de março, o Tricolor bateu o SESI Araraquara por 76 a 46, em um Ginásio Costa Rodrigues com portões fechados, devido às recomendações das agências de saúde com relação ao novo coronavírus. Contando com nomes como a armadora argentina Meli Gretter, a ala-armadora Tainá Paixão, e as alas Raphaella Monteiro e Tati Pacheco, o Sampaio era um dos times favoritos ao título nacional.

O presidente em exercício da Liga, Walter Ferreira, considerou determinante para a tomada de decisão o encontro virtual realizado ontem (22) com médicos da Confederação Brasileira de Basketball (CBB). Durante a conversa, os profissionais de saúde “colocaram com propriedade as inseguranças que poderiam haver nos jogos", revelou o dirigente em depoimento ao site oficial da LBF.

“Mês a mês, estávamos estudando as possibilidades de retorno. Procuramos preservar a integridade de nossas atletas e comissões técnicas. Com isso, a Liga e os clubes optaram por cancelar a temporada", acrescentou Ferreira.

A ideia era que as partidas, quando retomadas, ocorressem com portões fechados e fosse adotados os protocolos de prevenção à covid-19. O torneio seria disputado em agosto em duas sedes, teria somente um turno e jogos únicos nos playoffs.

A conclusão, segundo o comunicado da LBF, é que "ainda não há um nível de segurança ideal para que os jogos sejam realizados". Segundo o Ministério da Saúde, até ontem (22) o Brasil registrava 1.106.470 casos confirmados e 51.217 mortes causadas por covid-19.

"Claro que não jogar um campeonato tão importante quanto a LBF não é algo que alguma atleta quer ou espera, mas com tudo que está acontecendo e esse cenário que estamos vivendo, com certeza foi a decisão mais sensata, assim como a suspensão temporária do campeonato há três meses", disse Mariana Camargo, ala-armadora do Blumenau (SC) e presidente da Comissão de Atletas, em entrevista ao site oficial da liga.

A temporada 2020, que seria a décima da LBF, reuniu oito equipes de quatro estados: além do Sampaio Basquete, estavam na disputa Blumenau (SC), Ituano (SP), Sodiê Doces/LSB (RJ), Pró-Esporte/Sorocaba (SP), Santo André/Apaba (SP), Sesi Araraquara (SP) e Vera Cruz Campinas (SP).

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.