Futebol

São Paulo vence Barcelona e é campeão da Legends Cup Brasil

Torneio de veteranos foi disputado neste domingo (15), no Estádio do Morumbi.
Imirante Esporte, com informações do São Paulo FC15/12/2019 às 20h07
São Paulo vence Barcelona e é campeão da Legends Cup BrasilFabão e Dagoberto comemoram título da Legends Cup Brasil pelo São Paulo. (Rubens Chiri / São Paulo FC)

SÃO PAULO - O Estádio do Morumbi recebeu, neste domingo (15) a Legends Cup Brasil, um torneio com grandes ídolos da história do São Paulo, do Barcelona, do Bayern de Munique e do Borussia Dortmund. O Tricolor superou os alemães do Bayern, na semifinal, por 2 a 0, e se sagrou campeão da competição ao golear o Barcelona, na final, por 3 a 0. Os gols são-paulinos foram de Falcão e Fabão, na primeira partida, e de Dagoberto (2) e Fabão, novamente, na decisão.

O evento começou com um almoço de confraternização dos atletas, no Camarote Unyco. Logo depois, os atletas se trajaram devidamente para a competição: os jogadores de São Paulo e Barcelona dividiriam o vestiário principal do Morumbi, enquanto que os alemães do Bayern e do Borussia se prepararam no de visitantes.

No primeiro confronto da tarde, o Barcelona, de Edmilson e Belletti, enfrentou o Borussia, do atacante Amoroso, e venceu por 2 a 0, com gols do francês Ludovic Giuly, no primeiro tempo, e de Mendieta, na segunda etapa, garantindo lugar na decisão do torneio.

Às 15h, começou a primeira partida do Tricolor, que enfrentou o Bayern do volante Bernardo. O São Paulo dominou o jogo totalmente e venceu por 2 a 0. Falcão fez o primeiro gol com a camisa são-paulina em gramados de futebol, e Fabão, com a técnica de sempre, de cabeça e com dancinha para comemorar, fechou o placar.

Na sequência, em jogo com duas fases totalmente distintas, o Borussia superou o Bayern no clássico alemão por 3 a 2, depois de abrir 3 a 0 no primeiro tempo. Os tentos foram anotados por Barrios (2) e Koller, para do time de Dortmund; e Misimovic e Olic para os bávaros.

A grande final começou exatamente às 17 horas. E o São Paulo não tomou conhecimento dos craques do Barcelona. Depois de boa jogada criada pelo meio, Denilson foi derrubado na área e, na cobrança, Dagoberto abriu o marcador.

Pouco depois, exatamente como o lance que originou o segundo gol do Tricolor na final da Copa Libertadores de 2005, Cicinho bateu escanteio e Fabão, na entrada da área, com um cabeceio certeiro, ampliou para o São Paulo: 2 a 0!

No segundo tempo, o atacante Dagoberto, endiabrado, fez mais um. Dessa vez, um golaço, encobrindo o goleiro e dando números finais à partida. São Paulo 3 a 0 Barcelona.

Fabão foi premiado como artilheiro do campeonato. Ele ficou empatado com Dagoberto e Lucas Barrios, com dois gols, mas o zagueiro permaneceu menos tempo em campo, obtendo o melhor aproveitamento. Zetti e Roger, que não sofreram gols, levaram as condecorações de melhores goleiros.

Dagoberto, por sua vez, foi eleito e premiado como o melhor jogador da competição. E Careca ergueu a taça de campeão em nome de todos os grandes ídolos são-paulinos da história do clube, recebida das mãos de Darío Pereyra!

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.