Campeonato Brasileiro

Gabriel e Janderson reforçam comprometimento do Corinthians na luta por vaga na Libertadores

Equipe paulista encara o Ceará nesta quarta-feira (4), na Arena Castelão.
Imirante Esporte, com informações da CBF03/12/2019 às 21h58
Gabriel e Janderson reforçam comprometimento do Corinthians na luta por vaga na LibertadoresGabriel, meio-campista do Corinthians. (Rodrigo Gazzanel / Agência Corinthians)

SÃO PAULO - O Corinthians realizou o seu segundo treino em Fortaleza na tarde desta terça-feira (03) visando o confronto diante do Ceará, marcado para esta quarta (04), às 19h30, na casa do adversário. Antes da movimentação, o volante Gabriel e o atacante Janderson foram os escolhidos para falar com a imprensa e analisaram o confronto, válido pela 37ª – e penúltima – rodada do Campeonato Brasileiro da Série A 2019.

Janderson comentou o seu desempenho na partida contra o Atlético-MG, no fim de semana – apenas a sua oitava como titular na equipe profissional –, onde marcou o gol alvinegro. Ele afirmou que recebeu apoio de todo o grupo após ter cometido um pênalti no segundo tempo do embate ocorrido em Belo Horizonte no domingo (01).

“Meus companheiros me abraçaram. Erros acontecem, e aconteceu comigo. Eu não vi o jogador. Erros acontecem, mas estou de cabeça erguida”, afirmou, relatando conselhos do técnico interino Dyego Coelho. “Ele falou comigo para ter paciência, me deu uma moral, falou que (o erro) acontece, e para levantar a cabeça e focar no próximo jogo. Não só ele como o grupo todo veio conversar comigo no vestiário”.

O jovem atacante alvinegro está em sua primeira temporada com o elenco profissional, após ter sido treinado por Coelho na equipe sub-20. Ele comemorou a chance que recebeu na equipe de cima.

“Esse ano se resume em gratidão. Passei por muitas coisas em pouco tempo, graças a Deus subi para o profissional e estou sendo mais utilizado. Só tenho a agradecer a Deus, a todos companheiros e diretoria do Corinthians, que me abraçaram e me apoiam sempre”, elogiou.

Gabriel, por sua vez, falou sobre o adversário desta quarta-feira. O Ceará está lutando para escapar do rebaixamento. O camisa 5 do Timão, no entanto, afirma que a preocupação do elenco é outra.

“Desde quando eu comecei a jogar futebol, eu nunca entrei em campo para entregar uma partida. Nós somos homens aqui, temos caráter, pode ter certeza que nós não vamos fazer isso, até por respeito à nossa camisa. Nós temos um objetivo muito grande nesse campeonato, que é garantir uma vaga na Libertadores. Eu e todo o grupo estamos concentrados e focados em fazer um grande jogo amanhã, e jogar para vencer a todo o momento”, prometeu.

Janderson concordou com o volante. “Sim, eles precisam sair dessa e a gente precisa da vaga na Libertadores. Como eu disse, a gente não vai fazer corpo mole, vai lá pra ganhar. Vamos propor o nosso jogo e, se Deus quiser, sair de lá com os três pontos.”

Gabriel analisou o confronto da noite desta quarta-feira, às 19h30, no estádio Castelão. O agora meio-campista, como definiu a si mesmo, pediu atenção para os detalhes da partida, que pode mudar conforme o cronômetro avança.

“É um jogo onde a gente tem que ser inteligente. A gente sabe que eles vão vir para o abafa, tentando fazer um jogo rápido, e à medida que o tempo vai passando talvez o desespero vá aumentando um pouquinho, isso faz parte do caráter do jogo. A gente tem que estar preparado para isso e saber utilizar isso a favor, mas não colocar debaixo do braço e esperar o Ceará tomar as atitudes, pelo contrário. É fazermos o nosso jogo como estamos fazendo e tentar buscar a vitória a todo momento”, explicou.

O Corinthians faz a 37ª rodada do Brasileirão nesta quarta, e se despede da temporada 2019 no próximo domingo (08), contra o Fluminense, na Arena Corinthians.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.