Handebol

Ana Paula se destaca, mas Brasil perde para a Alemanha em estreia no Mundial

Seleção Brasileira busca o bicampeonato em competição disputada no Japão.
Imirante Esporte, com informações da CBHb30/11/2019 às 17h51
Ana Paula se destaca, mas Brasil perde para a Alemanha em estreia no MundialO Brasil perdeu para a Alemanha na primeira rodada do Mundial de Handebol. (Divulgação / IHF)

YAMAGA (JAPÃO) - Campeã mundial em 2013, a Seleção Brasileira feminina de handebol não começou bem a caminhada em busca do segundo título da competição. Em duelo válido pela primeira fase do Mundial e disputado na madrugada deste sábado (30), em Yamaga (Japão), as brasileiras foram derrotadas pela Alemanha por 30 a 24.

Apesar da derrota, a central maranhense Ana Paula Rodrigues Belo foi uma das melhores atletas da Seleção Brasileira em Yamaga. Atleta do Rostov, da Rússia, Ana Paula marcou quatro gols em oito finalizações, registrando um aproveitamento de 50%.

Com a derrota, o Brasil inicia o Mundial sem pontos e na quarta colocação do Grupo B, ao lado de França e Austrália, que também foram derrotadas na rodada de abertura. A liderança da chave é dividida por Dinamarca, Alemanha e Coreia do Sul, com dois pontos cada.

Sem muito tempo para descanso e lamentação, a Seleção Brasileira volta à quadra na madrugada deste domingo (1º), às 3h (horário de Brasília), em duelo contra a França, que será disputado em Yamada. Apenas as três melhores equipes do Grupo B garantem classificação para a próxima fase do Mundial.

O jogo

A Seleção Brasileira fez um primeiro tempo intenso contra a forte Alemanha, sempre buscando se aproximar no placar. Teve atuação com atitude, mas a defesa alemã e, principalmente a goleira Dinah Eckerle, dificultaram muito a vida das brasileiras. Pelo Brasil, Babi Arenhart também se destacava, e realizou defesas importantes durante a etapa inicial. Destaque para Alexandra Nascimento, que fez 100% nas cobranças de 7m. Os 5 minutos finais do 1º tempo foram mais complicados para o Brasil, que errou ataques e viu a Alemanha ampliar a diferença para três bolas (14x11).

O Brasil não voltou bem na etapa final e voltou a ter problemas no ataque, que seguia tentando furar a forte defesa alemã. Quando conseguia, parava mais uma vez em Eckerle. A goleira alemã foi escolhida o destaque da partida, com 48% de eficiência (20/42). Com isso, as adversárias do Brasil aproveitaram e ampliaram ainda mais a vantagem, fechando o placar em 30 a 24. O Brasil chutou 53 vezes e marcou 24 gols (45%). A Alemanha fez 55 arremessos e 30 gols (54%).

Sistema de disputa

A forma de disputa do Mundial de Kumamoto será o Main Round, adotado em competições como da Liga Europeia de Handebol (EHF). Nesse sistema, três equipes passam para a próxima fase e levam junto os pontos obtidos nas partidas disputadas entre classificados.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.