Campeonato Brasileiro

Yago Pikachu espera vitória do Vasco contra o Palmeiras em São Januário

Cruz-maltino está pronto para enfrentar o Alviverde, em duelo pelo Brasileirão.
Imirante Esporte, com informações do CR Vasco da Gama05/11/2019 às 21h56
Yago Pikachu espera vitória do Vasco contra o Palmeiras em São JanuárioYago Pikachu, lateral/meia do Vasco. (Rafael Ribeiro / CR Vasco da Gama)

RIO DE JANEIRO - O Vasco encerrou a preparação para o jogo diante do Palmeiras nesta quarta-feira (6), às 21:30, em São Januário. Yago Pikachu vive mais um ótimo momento com a camisa do Cruz-maltino, e junto com o atacante Marrony, o lateral divide a artilharia vascaína na temporada com oito gols. Ao final do treino, o camisa 22 falou com alguns jornalistas. Pikachu avaliou a campanha no Campeonato Brasileiro e projetou o duelo contra o Palmeiras.

"Todos nós sabemos da nossa força em São Januário. Estamos fazendo um bom Campeonato Brasileiro, mas tivemos um queda de rendimento nesse segundo turno. Sabemos que podemos melhorar mais ainda dentro da competição. Na partida contra o Grêmio pecamos em alguns lances, mas tenho certeza que contra o Palmeiras será diferente. Temos que entrar muito concentrados nessa partida e sair do Caldeirão com a vitória", disse o lateral.

Com Bruno Gomes e Richard suspensos e o lateral Henrique machucado, o Vasco conta com três desfalques para essa partida. O técnico Vanderlei Luxemburgo terá que pensar bastante para montar a equipe. Questionado sobre isso, Pikachu ressaltou a força do elenco e garantiu empenho total na busca pela vitória.

"São características diferentes. O Henrique tem um estilo mais defensivo que o próprio Danilo. Mas em relação ao meio, temos muitos jogadores a disposição do professor Vanderlei Luxemburgo, ele vai acertar na sua escolha e faremos de tudo para fazer um bom jogo. Temos que tomar um certo cuidado com a equipe adversária, eles gostam muito de atacar então é concentrar bastante durante o jogo e tentar sair com a vitória", disse Pikachu, antes de ressaltar sua amizade com o atacante Rossi e comprovar a união de todo time.

"Assim que ele teve a oportunidade de vir para o Vasco, ele me ligou e eu dei o maior apoio. Jogamos uma Taça São Paulo juntos pelo Castanhal (PA) e nessa época ele não era nem conhecido como Rossi. Ele é um cara bem tranquilo, eu sempre estou ajudando ele e vem nos ajudando bastante. Sabemos que ele está emprestado e espero que ele fique conosco para o ano que vem", finalizou o camisa 22.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.