Campeonato Brasileiro

Marcão admite pressão após derrota do Fluminense para o Ceará

Tricolor perdeu para o Vozão e se complicou na luta contra o rebaixamento.
Imirante Esporte, com informações do Fluminense FC31/10/2019 às 21h08
Marcão admite pressão após derrota do Fluminense para o CearáMarcão, técnico do Fluminense. (Lucas Merçon / Fluminense FC)

FORTALEZA - O Fluminense foi derrotado pelo Ceará por 2 a 0 na noite de quarta-feira (30), na Arena Castelão, e o técnico Marcão analisou a partida da 29ª rodada do Campeonato Brasileiro.

“A equipe do Ceará foi superior no primeiro tempo. No segundo tempo, mudamos algumas coisas, algumas peças, posicionamento e jogamos em cima do Ceará. O time teve muitas finalizações, criou bastante e infelizmente, não foi convertido em gols, mas fez um segundo tempo que merecia um resultado melhor”, avaliou Marcão, explicando a mudança de postura no segundo tempo.

“A gente sentiu a necessidade de ter mais um homem à frente, no pivô, para abrir um pouco a defesa do Ceará, que estava muito compactada. Sentimos a necessidade de jogar com dois homens abertos para mudar o setor da bola, virar de um lado para o outro e acabou encontrando alguns espaços. Essa superioridade não foi transformada em gols, como a gente imaginava”, comentou. O treinador também projetou o próximo confronto diante do Vasco, às 19h de sábado (02/11), no Maracanã.

“Muito chateados pela derrota dessa forma, onde a equipe batalhou o segundo tempo todo, jogou o tempo todo no campo do adversário. É uma pressão muito grande, mas quem trabalha num grande clube, como é o Fluminense, tem que estar se fortalecendo cada vez mais, trabalhando cada vez mais. Tentar acertar o que errou nessa partida, para que no próximo jogo, diante de mais uma grande equipe, possa fazer da maneira correta e dar uma vitória para o nosso torcedor”, concluiu Marcão.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.