Conmebol

Ralf e Clayson projetam duelo no Equador pela Sul-Americana

Volante e atacante detalham postura do time para buscar o resultado contra o Independiente del Valle nesta quarta-feira (25).
Imirante Esporte, com informações do Corinthians23/09/2019 às 15h34
Ralf e Clayson projetam duelo no Equador pela Sul-AmericanaCorinthians e Independiente del Valle se enfrentam nesta quarta-feira (26). ( Foto: Divulgação / Corinthians)

SÃO LUÍS - O Corinthians realiza mais um treino na tarde desta segunda-feira (23), o último antes de viajar para o Equador para o jogo de volta da semifinal da Conmebol Sul-Americana, diante do Independiente del Valle, nesta quarta-feira (25). E antes da movimentação, Ralf e Clayson atenderam a imprensa no CT Dr. Joaquim Grava.

Os dois atletas atuaram como titulares no triunfo sobre o Bahia, no sábado (21), pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. O segundo, inclusive, marcou o gol que definiu o placar de 2 a 1 no jogo. E para a ida a Quito, os dois mantém a crença na virada no placar, após o revés na partida realizada na Arena Corinthians na semana passada.

“Sabemos que fizemos um jogo muito abaixo na ida, não tínhamos margem para errar e erramos. Agora, temos totais condições de chegar lá e reverter. Temos que ter mais atitude. Não podemos fugir da nossa característica”, afirmou Ralf, seguido por Clayson em seu argumento. “Podemos fazer dois gols lá, como eles fizeram aqui. É fazer o jogo do ano, vale muita coisa para a gente. É entrar bem concentrado”, recomendou.

Ralf poderá ser titular na partida desta quarta-feira, com a suspensão de Gabriel – que recebeu o terceiro cartão amarelo. Experiente no país – ele atuou em 2012 contra o Emelec no estádio Olímpico Atahualpa, palco do jogo desta quarta-feira, ele admitiu a dificuldade de atuar no país, mas exaltou a preparação do clube, que terá mais tempo de se adaptar ao país.
“Você tenta puxar a respiração e não vem, o ponto positivo de ir um dia antes é se preparar. Eles estão acostumados, mas faremos de tudo para nos adaptar rápido. Muda muito, por isso vamos um dia antes para nos prepararmos bem. Não podemos usar a altitude como desculpa”, explicou.

Já Clayson deu a receita para a vitória do Timão em solo equatoriano. Para ele, o time tem pontos a observar se comparados os jogos diante do del Valle, na ida, e o do Bahia, e pode traçar a estratégia mais favorável para o resultado necessário.

“Acho que o jogo contra o del Valle foi um dos poucos em que não fomos defensivos, marcamos o tempo todo lá em cima. Fomos ofensivos, a linha de trás estava mano a mano. Talvez não tenha sido um erro, mas caímos na armadilha porque eles estavam preparados. Contra o Bahia voltamos ao nosso normal e voltamos a vencer”, explicou. “Jogos são estratégias: a comissão monta e a gente executa”.

Ralf concorda com o atacante: ele pede que o time execute o plano com inteligência e mantenha o controle dentro da partida. “Nossa equipe é muito madura. Precisamos estar equilibrados para não cair na pressão deles, não ter jogador exposto. Temos que fazer um jogo com muita sabedoria e voltar com a classificação”.

Corinthians e Independiente del Valle se enfrentam nesta quarta-feira (26), às 21h30, no estádio Olímpico Atahualpa, pelo jogo de volta da semifinal da Sul-Americana. O DAZN transmite o duelo com exclusividade para o Brasil. Depois, no fim de semana, o time enfrentará o Vasco, no domingo (29), às 11h, na Arena.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.