Campeonato Brasileiro

Oswaldo de Oliveira lamenta derrota do Fluminense diante do Goiás

Treinador garante empenho total do Tricolor para corrigir erros.
Imirante Esporte, com informações do Fluminense FC23/09/2019 às 20h30
Oswaldo de Oliveira lamenta derrota do Fluminense diante do GoiásOswaldo de Oliveira, técnico do Fluminense. (Lucas Merçon / Fluminense FC)

GOIÂNIA - Em jogo válido pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Fluminense foi ao Serra Dourada e terminou derrotado por 3 a 0 para o Goiás. Após o duelo, o técnico Oswaldo de Oliveira concedeu entrevista coletiva no estádio. Para o treinador, o Tricolor precisa acertar alguns detalhes para impedir a alternância de rendimento, conseguindo manter um equilíbrio para conquistar vitórias seguidas.

"Começamos o jogo muito bem, tudo sob controle. Cometemos um erro no primeiro gol, isso tirou a concentração do time, não conseguiu se encontrar mais. No intervalo tentamos reabilitar o time, mas em dois outros erros demos a chance do Goiás vencer a partida. Foi o nosso melhor início de partida, mas por mais irônico que pareça, foi o nosso pior fim de partida. Não nos encontramos mais, não conseguimos nos organizar. Estamos tentado resolver essa oscilação. Depois do jogo contra o Fortaleza, aconteceu a mesma coisa contra o Palmeiras. Hoje aconteceu outra vez, depois do jogo contra o Corinthians. Situação de alternância de ânimo que não pode acontecer", disse Oswaldo.

Confira outras respostas do treinador

Um mês de Fluminense

"Está fazendo exatamente um mês que cheguei ao Fluminense. Tem muitas situações que não conseguimos resolver com um mês de trabalho e sem fazer as escolhas que gostaria de fazer. Todos nós estamos empenhados para que a equipe tenha mais tranquilidade e equilíbrio para estas coisas não acontecerem".

Confronto direto

"Temos que procurar vencer todo e qualquer jogo. Mas este era um jogo especial por ser confronto direto. Trabalhamos isso durante a semana. Passei isso com veemência diariamente para a equipe, mas infelizmente não conseguimos reagir neste sentido".

Finalizações na partida

"Não programo que a equipe não chute. Muito pelo contrário, a gente trabalha muito para tentar resolver isso. Aconteceu com frequência em outros jogos, chutamos mais, fizemos gols. Hoje, infelizmente, não conseguimos".

Substituições

"Foi um risco que nos tínhamos que correr. Estávamos perdendo o jogo, adversário com um a menos e a partir daí fiz as duas alterações buscando colocar jogadores mais ofensivos. Infelizmente faltou essa tranquilidade do equilíbrio atrás para nós forçarmos o adversário".

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.