Campeonato Brasileiro

Fernando Miguel projeta duelo do Vasco com a Chapecoense

O Vasco precisa de uma vitória para abrir vantagem na luta contra a zona de rebaixamento.
Imirante Esporte, com informações do CR Vasco da Gama13/09/2019 às 21h15
Fernando Miguel projeta duelo do Vasco com a ChapecoenseFernando Miguel, goleiro do Vasco. (Rafael Ribeiro / CR Vasco da Gama)

RIO DE JANEIRO - O Vasco da Gama finalizou na manhã desta sexta-feira (13) sua preparação para o duelo contra a Chapecoense, que é válido pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro e acontecerá neste sábado (14), às 19 horas, na Arena Condá, em Santa Catarina. Diante do Verdão do Oeste, o treinador Vanderlei Luxemburgo não contará com o lateral Yago Pikachu, um dos artilheiros do Cruz-maltino na temporada com sete gols.

Em seu lugar, o experiente comandante irá escalar o paraguaio Raul Cáceres, um dos atletas mais deram passes para gol no time vascaíno em 2019. O volante Richard e o atacante Talles Magno, que cumpriram suspensão contra o Bahia, também retornam ao time. Outra novidade na equipe titular é a entrada de Danilo Barcelos no lugar de Henrique. Antes do trabalho tático, em entrevista coletiva, o goleiro Fernando Miguel avaliou o momento do Vasco.

Confira os trechos da entrevista coletiva de Fernando Miguel:

Crescimento após a chegada de Luxemburgo

"Nosso time vem apresentando uma evolução com o Luxemburgo, tanto que saímos da última posição do Campeonato Brasileiro e estamos numa colocação um pouco mais acima. Ainda estamos próximos da zona da confusão, o que nos incomoda bastante, tendo em vista que esse não é um lugar que um clube do tamanho do Vasco tem que estar. Precisamos ter a consciência do momento que vivemos para voltarmos a pontuar e termos tranquilidade em nossa caminhada até o fim do ano"

Resultado adverso contra o Bahia em São Januário

"Acredito que poderíamos ter tido um resultado melhor na partida contra o Cruzeiro. Contra o Bahia, por sua vez, não fizemos um bom jogo. Não criamos situações de gol e não fomos uma equipe incisiva. Isso nos deixou incofortáveis, pois perdemos dentro do nosso estádio, mas precisamos ter consciência do trabalho que vem sendo feito. O que estamos fazendo é algo que irá nos dar bons frutos. Vamos seguir trabalhando nessa pegada para voltarmos a atingir os resultados positivos, algo que precisamos e todo mundo deseja"

O que faltou para a vitória ser conquistada em casa

"Não é uma resposta simples. Trabalhamos sempre para que as jogadas aconteçam dentro das partidas e o que o produzimos nos leve ao resultado positivo. Existe o fator do dia o time não conseguir colocar em prática essas ideias e também o fator do adversário, que acabam bloqueando e prendendo a nossa equipe. Precisamos ter convicção e seguir trabalhando. Não é hora de duvidar de nada. Precisamos entregar o nosso melhor, pois se não fizermos isso, os resultados não virão. Nossa equipe precisa jogar sempre no limite"

O que é necessário evoluir para os próximos desafios do Brasileiro

"Precisamos ser um pouco mais incisivos, consistentes, seguros como equipe. Nessa partida contra o Bahia não conseguimos ter eficiência e nem criar oportunidades para o pessoal do setor ofensivo. Nos outros jogos não, tivemos um volume interessante, um número de finalização interessante e que nos colocova em vantagem, em determinados momentos, no placar. Precisamos continuar criando situação para que o pessoal da frente consiga finalizar e os resultados voltem a aparecer"

Expectativa para o duelo contra a Chapecoense

"O cenário da Chapecoense não pode interferir na nossa forma de jogar. Vai ser um jogo duro, não tenha dúvida. Jogar em Chapecó sempre foi difícil, independente do momento que a Chapecoense vive. É uma equipe que não se entrega e procurar sempre jogar no limite. Precisamos encarar como um momento importante e decisivo, até por se tratar da última partida do turno. Esperamos ir lá em Chapecó e fazer uma boa partida, apresentar um futebol que nos dê condições de somar pontos lá dentro"

Busca pelo resultado positivo dentro da Arena Condá

"Todas as equipes quando entram em campo são cobradas para apresentar um futebol que resulte na conquista dos três pontos. Ninguém vai a lugar nenhum para perder ou buscar o empate. Vamos conscientes que precisamos fazer uma grande partida, sendo uma equipe segura defensivamente. Estamos preparados para isso e colocar em prática tudo que estamos trabalhando. Queremos apresentar um bom futebol para retornamos para o Rio com pontos lá de Chapecó"

Retorno de Talles Magno e chegada de outros garotos

"O Talles já está inserido no nosso grupo e faz bem para o nosso time. Ficamos felizes com o retorno dele. Esperamos que ele volte da mesma forma que saiu: tendo atuações decisivas. Nosso grupo é muito receptivo e muito consciente daquilo que se precisa fazer para seguir avançando e melhorando o projeto que foi passado. Os meninos que estão chegando possuem a confiança de todos. Eles só precisam chegar aqui e demonstrar o mesmo que estavam mostrando nas categorias de base"

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.