Futebol

Mano Menezes projeta conquistas pelo Palmeiras

Ex-Cruzeiro, treinador foi apresentado oficialmente pelo Alviverde nesta quinta-feira (5).
Imirante Esporte, com informações da Agência Palmeiras05/09/2019 às 20h29
Mano Menezes projeta conquistas pelo PalmeirasMano Menezes, técnico do Palmeiras. (Cesar Greco / Agência Palmeiras / Divulgação)

SÃO PAULO - Com contrato firmado até o fim de 2021, Mano Menezes foi apresentado oficialmente como técnico do Palmeiras nesta quinta-feira (05), na Academia de Futebol – junto com ele, chegam o auxiliar Sidnei Lobo e o preparador físico Eduardo Silva (o Dudu). Dono de um currículo vitorioso, o comandante espera marcar o nome na história do Alviverde com novas conquistas.

“Quero dizer ao torcedor que é uma honra estar aqui para iniciar um trabalho de comando técnico à frente do Palmeiras. Uma carreira como a minha, de vinte e poucos anos, é feita de capítulos importantíssimos e espero, sem dúvida, estar iniciando mais um capítulo vencedor desta carreira que construí há bastante tempo, sempre com muita entrega e respeito ao futebol. Agradeço o convite e me sinto honrado por ocupar o lugar que muitos técnicos importantes da história do futebol ocuparam”, disse o treinador, comentando também sobre a decisão de comandar o Palmeiras.

“Quando eu saí do Cruzeiro, a minha ideia era não dirigir nenhum clube até o fim do ano, mas existem situações que são especiais. Esta situação minha com o Palmeiras é especial porque nós já havíamos conversado e manifestado intenção deste trabalho ser realizado dois anos atrás. Por questões de escolha, entendimento, carreira e continuidade de trabalho no Cruzeiro, eu entendo que deveria continuar lá. Então existia convicção entre a gente que iríamos trabalhar juntos. Aqui, com a estrutura e a capacidade que temos, abre-se a possibilidade de criar um novo período de conquistas”, declarou.

Mano, entretanto, sabe que encontrará dificuldades no começo de sua trajetória na equipe. “Quando recebi o convite para dirigir o Palmeiras na segunda à noite, certamente levei em consideração todos os aspectos. Você não vive em uma bolha e o futebol também não, mas não podemos fazer o que não é de nossa alçada. Só podemos modificar essa situação dentro de campo. Não precisamos fazer milagre nenhum porque o que temos como qualidade de elenco e estrutura para trabalhar são propícias para você entregar o que o torcedor quer. O objetivo do torcedor é o mesmo que o nosso, ele quer ganhar e ser campeão, e nós trabalharemos para isso. Faremos a nossa parte. O Palmeiras é muito maior do que todas essas questões segmentadas”, falou o técnico, que vê o Alviverde com grandes possibilidades de levantar o troféu do Campeonato Brasileiro pela 11ª vez em 2019.

“Dos últimos três campeonatos, o Palmeiras ganhou dois e foi vice em outro. Os últimos anos são de vitória no clube, então não podemos deixar que isso se destrua do dia para a noite porque é assim que as coisas funcionam. O Palmeiras tem condição de lutar pelo título brasileiro, ele pode e vai se dedicar em sua totalidade para disputar o título. E as próximas rodadas são determinantes para isso. O Palmeiras parou de pontuar na proporção que vinha fazendo, que era extraordinário antes da Copa América, mas tem condições de fazer esta retomada. Nós estamos assumindo o comando técnico com essa convicção”, afirmou.

Já sobre o estilo de jogo utilizado no Palmeiras, o comandante foi direto. “Construiremos um trabalho juntos. Não tenho hábito de chegar e dizer qual será a maneira de jogar. Faremos da maneira mais próxima, internamente. O Palmeiras tem um elenco com características de jogadores bem definidas para armar uma maneira muito legal de jogar. Tenho certeza de que precisa, pela ordem, produzir resultados, e, a partir do resultado, que gera confiança, oferecer algo que seja mais bonito de se ver, que o torcedor gosta, que ao longo da história tem grandes referências. As próprias Academias tiveram características um pouco diferentes”, contou o profissional.

Por fim, Mano Menezes confirmou a sua presença no banco de reservas na partida contra o Goiás, que acontecerá neste sábado (07), às 21h, em Goiânia-GO, pela 18ª rodada do Brasileirão. “Dirigirei a equipe sim, estarei no banco. Estarei acompanhado dos profissionais que conduziram os trabalhos durante a semana, mas, a partir de hoje, começo a direcionar a formação que a equipe usará neste jogo. Acho importante a presença do técnico no banco, mesmo que seja emblemática para o início de uma nova era”, finalizou.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.