Copa do Brasil

Grêmio abre placar, mas Bahia arranca empate na Arena

Tricolores voltam a se enfrentar no dia 17 de julho, na Arena Fonte Nova.
Imirante Esporte, com informações da CBF10/07/2019 às 22h23
Grêmio abre placar, mas Bahia arranca empate na ArenaGrêmio e Bahia se enfrentaram nesta quarta-feira (10). (Lucas Uebel / Grêmio FBPA)

PORTO ALEGRE - Na noite desta quarta-feira (10), Grêmio e Bahia deram o pontapé inicial nas quartas de final da Copa do Brasil 2019. Na Arena do Grêmio, o primeiro duelo tricolor terminou com um empate em 1 a 1. O segundo e derradeiro confronto entre as equipes acontece no dia 17, na Arena Fonte Nova, em Salvador.

O jogo

Tricolor de um lado, Tricolor de outro e o jogo começou equilibrado na Arena do Grêmio. Até que, a partir dos dez minutos, o Imortal tomou conta do setor ofensivo. Enquanto o time da casa tentava, o Esquadrão fechou as portas para o ataque gremista. Os baianos até ameaçaram uma resposta. Aos 29, Eric Ramires arriscou da entrada da área levando perigo ao gol de Paulo Victor. Daí em diante só deu Grêmio. O bombardeio do Tricolor gaúcho começou com Everton Cebolinha. Na marca dos 33, o atacante finalizou de fora da área e viu o chute passar raspando a meta baiana. Na sequência do lance, Jean Pyerre aproveitou a sobra do escanteio e carimbou a trave. Quatro minutos depois, foi a vez de André ter a chance, mas Douglas Friedrich fez milagre para evitar o gol. Já aos 45 minutos, Everton recebeu passe em profundidade, foi derrubado já dentro da área e arbitragem assinalou pênalti para o Imortal. Com a bola na marca da cal, só havia um cobrador possível: o artilheiro da Copa América. E como manda o manual, Cebolinha deslocou o goleiro para um lado e mandou a bola para o outro: 1 a 0 e fim de primeiro tempo.

Sem dar trégua, o jogo voltou do intervalo a todo vapor. Logo aos três minutos, saiu o empate do Bahia. Após cobrança de escanteio, Moisés fez o desvio e Gilberto apareceu para completar direto para o fundo das redes: 1 a 1. Os donos da casa voltaram a assustar em finalizações de Everton e Luan, que esbarraram na falta de pontaria e nas mãos de Douglas Friedrich. O Esquadrão não ficou para trás e quase chegou ao segundo. Aos 33, Artur recebeu lançamento, fez boa jogada individual e bateu cruzado, mas Paulo Victor apareceu para salvar o Grêmio. Já nos minutos finais, o confronto ganhou ainda mais em emoção. Luan tentou para o lado gaúcho e Artur respondeu para os baianos. Mas a rede insistiu em não balançar mais e a igualdade no placar permaneceu até o apito final.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.