Copa América

Mineirão tem boas lembranças de Brasil e Argentina

Brasil e Argentina decidem nesta terça-feira (2) quem vai à final da Copa América.
Imirante Esporte, com informações da CBF02/07/2019 às 09h12
Mineirão tem boas lembranças de Brasil e ArgentinaApós a partida pela Copa América, o Mineirão passou 29 anos sem receber o maior clássico do futebol mundial. ( Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

BELO HORIZONTE - A semifinal desta terça-feira (2) não será o primeiro duelo entre Brasil e Argentina no Mineirão. Pelo contrário: o Gigante da Pampulha é um dos Estádios que mais recebeu o clássico Antes da bola rolar, às 21h30, vale relembrar alguns dos bons momentos que a Seleção já viveu jogando contra a Albiceleste no maior estádio de Belo Horizonte.

Leia também:

Brasil e Argentina decidem hoje quem vai à final da Copa América

Seleção Brasileira faz último treino antes de semifinal com a Argentina

O primeiro confronto foi um jogo amistoso em 1968. Com uma base formada majoritariamente por atletas que atuavam em Minas Gerais, o Brasil derrotou a Argentina por 3 a 2. O triunfo teve a cara do Cruzeiro: os gols brasileiros foram marcados por Evaldo, Rodrigues e pelo craque Dirceu Lopes, todos jogadores da Raposa.

Sete anos depois, as duas equipes voltaram a se enfrentar. Desta vez, no entanto, por um jogo oficial. A Copa América de 1975 ainda era disputada no formato com partidas de ida e volta. Mais uma vez com uma convocação baseada no futebol mineiro, a Seleção voltou a derrotar a Argentina no Mineirão. Os hermanos já mostravam a qualidade do time que seria campeão do mundo em 78, mas a vitória mais uma vez ficou com o Brasil. Os dois gols de Nelinho foram suficientes para que a Seleção derrotasse a Argentina por 2 a 1.

Após a partida pela Copa América, o Mineirão passou 29 anos sem receber o maior clássico do futebol mundial. Essa espera acabou em 2004, quando Brasil e Argentina se enfrentaram pelas Eliminatórias. Na ocasião, a Seleção não tinha mais uma equipe formada por jogadores "mineiros". Mas foi justamente uma revelação do Cruzeiro que brilhou. Ronaldo já era o Fenômeno no dia em que marcou três gols. A curiosidade? Os três foram de pênaltis sofridos por ele mesmo. Uma das penalidades até precisou ser cobrada duas vezes, mas Ronaldo não titubeou e acertou as quatro cobranças. O gol argentino foi marcado por Juan Pablo Sorín, que também teve passagens pelo Cruzeiro.

Desde então, o Brasil disputou mais dois duelos pelas Eliminatórias no Mineirão. Em 2008, a Seleção não saiu do zero contra a Argentina, apesar do esforço de Adriano, Robinho e Júlio Baptista. Remanescente no atual elenco brasileiro, Daniel Alves entrou durante o segundo tempo daquela partida. Já em 2016, a história foi diferente. A Seleção não tomou conhecimento da Argentina e venceu por 3 a 0, em uma das melhores atuações do time sob o comando do técnico Tite. Os gols da partida foram marcados por Philippe Coutinho, Paulinho e Neymar, em um dia de muita festa para a torcida brasileira.

E nesta terça, qual será o placar? Não é possível prever o futuro. Mas o Mineirão traz bons ares para a disputa de um Brasil x Argentina, com certeza.

Retrospecto entre Brasil e Argentina no Mineirão

Amistoso - 1968
Brasil 3 x 2 Argentina

Copa América - 1975
Brasil 2 x 1 Argentina

Eliminatórias - 2004
Brasil 3 x 1 Argentina

Eliminatórias - 2008
Brasil 0 x 0 Argentina

Eliminatórias - 2016
Brasil 3 x 0 Argentina

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.