Copa do Mundo

Vadão lamenta erros defensivos e fala sobre substituições em derrota da Seleção Brasileira

Diante da Austrália, o Brasil sofreu sua primeira derrota na Copa do Mundo.
Imirante Esporte, com informações da CBF13/06/2019 às 21h30
Vadão lamenta erros defensivos e fala sobre substituições em derrota da Seleção BrasileiraOswaldo Alvarez, o Vadão, técnico da Seleção Brasileira. (Assessoria / CBF)

MONTPELLIER (FRANÇA) - Nesta quinta-feira (13), o Brasil foi superado pela Austrália, por 3 a 2, na segunda rodada do Grupo C na Copa do Mundo da França. Essa foi a primeira derrota da Seleção Feminina na competição. Na estreia, as brasileiras ganharam da Jamaica por 3 a 0. Com 3 pontos, o Brasil é líder do grupo, seguido de Itália e Austrália, com também 3 pontos, e Jamaica, com 0. Nesta sexta-feira (14), italianas e jamaicanas se enfrentam pela segunda rodada no Stade Auguste-Delaune, em Reims.

Os gols do Brasil no duelo com a Austrália foram de Marta, de pênalti, e Cristiane. Após o duelo, o técnico Vadão analisou o desempenho brasileiro na partida.

"Nós fizemos um primeiro tempo muito bom, saímos na frente com dois a zero, e sofremos um gol no final do primeiro tempo, mas nada que pudesse abalar. No segundo tempo, a gente já esperava que o adversário pudesse se lançar contra a gente, elas já tinham perdido o primeiro jogo, mas a gente estava bem postado, no entanto acho que não conseguimos articular bem os contra-ataques. Partindo daí, nós não fizemos a partida igual a primeira. Sofremos dois gols totalmente acidentais, duas bolas despretensiosas que acabaram entrando", analisa Vadão.

A Seleção Feminina contou com o retorno de Marta, recuperada de uma lesão na coxa esquerda. A atacante havia ficado fora da estreia contra a Jamaica e, para este jogo, a comissão técnica optou por utilizá-la apenas em um período da partida. Já a volante Formiga, teve um entorse no tornozelo esquerdo e precisou ser substituída. Cristiane sentiu câimbras e também saiu.

"As substituições foram praticamente forçadas. A Marta a gente sabia que em algum momento ela teria que sair, conversando com ela, entendemos que seria melhor tirar no intervalo. A Formiga teve uma torção, ela estava com muita dor, e a Cristiane sentiu câimbras. Vamos aproveitar esse tempo para recuperar as jogadoras e ir com tudo para o jogo com a Itália", explicou Vadão.

O Brasil viaja nesta sexta-feira (14), às 11h (Horário da França), para Lillie. A equipe irá em um voo fretado direto para a terceira cidade-sede. A previsão é que a equipe chegue às 13h30. Pela tarde, às 17h30, a Seleção fará treino regenerativo no hotel. A atividade é fechada para a imprensa.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.