Copa do Brasil

Cruzeiro vence nos pênaltis e elimina o Fluminense da Copa do Brasil

Em grande jogo no Mineirão, a equipe celeste garantiu vaga nas quartas de final.
Imirante Esporte, com informações do Cruzeiro EC05/06/2019 às 23h43
Cruzeiro vence nos pênaltis e elimina o Fluminense da Copa do BrasilLance do jogo entre Cruzeiro e Fluminense. (Lucas Merçon / Fluminense FC)

BELO HORIZONTE - Em uma grande disputa pela vaga, o Cruzeiro venceu o Fluminense nos pênaltis e garantiu a classificação para as quartas de final da Copa do Brasil. Depois de empatar no tempo normal por 2 a 2, o hexacampeão da competição nacional fez 3 a 1 nas cobranças de pênaltis e explodiu o Mineirão com a vaga garantida.

Thiago Neves fez os gols do time celeste no tempo normal, enquanto Ganso e João Pedro empataram a partida para o time carioca. Pedro Rocha, Sassá e Thiago Neves marcaram para a Raposa, enquanto Caio descontou para o adversário. Fábio defendeu a cobrança de João Pedro, e Gilberto e Ganso chutaram na trave.

O Cruzeiro volta seus trabalhos agora para o Campeonato Brasileiro. No sábado, o time recebe o Corinthians no Mineirão pela oitava rodada da competição, a penúltima antes da parada para a Copa América.

O Jogo

O primeiro lance de perigo foi do Cruzeiro, aos cinco minutos. O Fluminense tocou a bola dentro da sua grande área, o Cruzeiro apertou a marcação e Fred tomou do zagueiro adversário, a bola sobrou para Robinho, que bateu forte, mas o goleiro Agenor fez a defesa.

Aos 10 minutos, o juiz Rafael Traci marcou pênalti de Dedé com a ajuda do VAR. Ganso foi para a cobrança, Fábio pegou e Luciano fez no rebote do goleiro. O juiz mandou repetir, Ganso foi para a cobrança e conclui para o gol, aos 15 minutos.

O primeiro tempo seguiu com os dois times criando poucas chances. Fred saiu machucado para a entrada de Sassá.

Segundo tempo

O Cruzeiro chegou com perigo logo aos três minutos, Pedro Rocha, que entrou no posto de Marquinhos Gabriel, tabelou com Thiago Neves e jogou para área, Sassá antecipou de cabeça e Agenor defendeu.

Três minutos depois boa jogada de Sassá e Thiago Neves, o meia recebeu na frente e chutou de direita, a bola passou muito perto da trave esquerda de Agenor.

De tanto insistir o Cruzeiro empatou o jogo aos 13 minutos. Robinho bateu o escanteio, Dedé ganhou no alto, Cabral cabeceou para o meio e Thiago Neves completou para gol de cabeça. 1 a 1.

Aos 18 minutos, uma grande jogada do Thiago Neves e lançamento para Pedro Rocha, o atacante driblou o marcador e sofreu pênalti. Sassá foi para a cobrança e Agenor defendeu no canto direito.

Com 33 minutos, Lucas Romero recebeu dentro da área, girou sobre o lateral Caio Henrique e foi derrubado. Rafael Traci consultou o VAR e marcou o pênalti. Thiago Neves foi cobrança aos 35 e virou o jogo para o Cruzeiro. 2 a 1.

Com 39 minutos, escanteio para o Fluminense. Bola cruzada na área e Luciano cabeceou e Fábio fez uma excelente defesa.

O Cruzeiro partiu para o contra-ataque aos 43 minutos, Sassá tocou para Pedro Rocha, o atacante avançou, driblou o marcador e chutou de canhota, Agenor fez uma grande defesa e Sassá, impedido, chutou para a fora.

No último lance do Fluminense, escanteio, Ganso cabeceou e Fábio fez uma defesa espetacular. A bola voltou para o ataque aos 51 minutos e João Pedro de bicicleta empatou o jogo. 2 a 2.

Com o resultado a partida foi para os pênaltis, e o Cruzeiro venceu a equipe do Fluminense por 3 a 1, se classificando para as quartas de final da Copa do Brasil, alimentando o sonho do hepta.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.