Mercado da Bola

Zagueiro Nino é apresentado pelo Fluminense: "Chego para somar"

Defensor de 21 anos tem contrato de empréstimo de uma temporada.
Imirante Esporte, com informações do Fluminense FC05/03/2019 às 20h30
Zagueiro Nino é apresentado pelo Fluminense: "Chego para somar"Nino, zagueiro do Fluminense. (Mailson Santana / Fluminense FC)

RIO DE JANEIRO - O Fluminense tem mais um reforço na defesa. O zagueiro Nino, de 21 anos, chegou ao clube na última semana e foi apresentado oficialmente nesta terça-feira, no CT da Barra da Tijuca. O atleta, que pertence ao Criciúma, fica no Tricolor por uma temporada e falou sobre sua realização profissional.

"Chego muito feliz e motivado. Sei da qualidade dos jogadores que estão aqui no elenco, time grande é assim. Todos os jogadores tem qualidade, precisamos mostrar nosso potencial para buscar uma vaga, nosso espaço. Chego para somar. Estou muito feliz por chegar a um grande clube do Brasil, é um sonho meu e da minha família que estou realizando", declarou Nino, contando sobre seu desempenho e características em campo.

"Foram números bem importantes para mim no ano passado. Queria ressaltar o treinador Mazola, do Criciúma, que me ajudou muito nesse período. Me considero um jogador técnico, que tem uma boa velocidade, mas o mais importante: que se entrega, joga raça. A torcida pode esperar isso de mim, vou sempre fazer o meu melhor. É muito trabalho, muita disposição, para na hora do jogo tudo dar certo", explicou. Para o zagueiro, o contato com o técnico Fernando Diniz tem sido muito importante.

"Me deixa feliz, mostra que meu trabalho tem sido reconhecido, que eu tenho a confiança do treinador, mas sem trabalho nada disso adianta. Tem várias competições, uma hora a oportunidade vai surgir e preciso estar preparado para esse momento. Creio que o Fluminense vai chegar bem em todas as competições, então, é bom que não se tenha um time só, mas um grupo em alto nível e é isso que a gente vai trabalhar", comentou o jogador, destacando o tempo de adaptação ao Tricolor.

"Esse período foi bom para mim. Busquei melhorar o que precisava, me adaptar ao jogo do professor Fernando Diniz, conhecer meus companheiros. Fui muito bem recebido, esse tempo de adaptação me ajudou bastante e estou muito feliz com tudo o que tenho vivido aqui", comemorou. Nino também enalteceu o apoio da família em sua trajetória no futebol.

"Sou natural de Recife, saí de lá muito cedo para jogar em São Paulo e por muitas vezes, pensei em desistir. Se não fosse o meu pai, o apoio da minha família e principalmente Deus, hoje eu não estaria aqui. Há cinco anos eu era um jogador do sub-17 do Mogi Mirim, que não vinha sendo relacionado para os jogos, triste, longe de casa, querendo desistir de um sonho que eu tive por toda a minha infância. E foi a força da minha família me fez continuar", finalizou o zagueiro.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.