Campeonato Carioca

Abel Braga elogia estreantes e avalia empate contra Resende

Treinador concedeu entrevista coletiva no estádio Raulino de Oliveira.
Imirante Esporte, com informações do CR Flamengo 24/01/2019 às 21h40
Abel Braga elogia estreantes e avalia empate contra ResendeTreinador do Flamengo, Abel Braga. (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

RIO DE JANEIRO - Na noite desta quarta-feira (23), o Flamengo empatou com o Resende por 1 a 1 no Raulino de Oliveira, em confronto válido pelo Campeonato Carioca. Após a partida, o treinador Abel Braga concedeu entrevista coletiva, falando sobre o resultado.

"Não acho que merecemos esse resultado. Tivemos o meio-campo mais cheio, procuramos entender o jogo. Essa equipe não fez 90 minutos ainda, tivemos duas estreias com jogadores que não estavam no melhor, sem conhecer as características dos colegas. Foi uma surpresa muito boa. O Gabriel e o Dantas terminaram com um pouco de câimbra, o que é normal. Valeu pois o time deles é bom, organizado, exigiu. Merecíamos um pouco mais. Foi legal o torcedor pedir o Vitinho hoje, certamente mexeu com ele de forma positiva. Vimos a qualidade e importância que tem para a equipe. Não posso dizer que ninguém não jogou bem. Achamos que ajudamos dando a faixa para o Dourado, que correu muito. Assim vamos criando um grupo. A tendência é crescer cada vez mais. Hoje foi muito bom para observação", analisou o treinador.


No próximo sábado (26), o Flamengo enfrenta o Botafogo, às 17h, no Engenhão. "Todos estarão à disposição. É prematuro falar em colocar Vitinho e Cuéllar, por exemplo, pois jogaram os dois confrontos. O importante disso tudo é criar um grupo que não possamos temer. Existe uma ou outra carência, isso aqui é Flamengo e tem um peso muito grande. Estrategicamente vamos procurar uma formação diferente da que tivemos hoje", afirmou Abel.


Diante do Resende, Gabriel Barbosa e De Arrascaeta estrearam oficialmente em Volta Redonda e receberam o carinho da Nação. "Os dois são bem diferentes. O Gabriel tem uma visão tática muito boa. Mudei os dois de posição para não desgastar demais. No primeiro tempo, ele estava mais solto com o De Arrascaeta por trás, deixando a carga pesada para o Hugo Moura, Jean Lucas e Piris da Motta. Na etapa final já foi diferente e nosso time cresceu. Eles se saíram muito bem. Jogadores assim vão trazer mais qualidade ao grupo", exaltou Abel Braga.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.