Futebol

De Arrascaeta é apresentado pelo Flamengo: "estou onde eu queria"

Contratação mais cara da história rubro-negra, meia uruguaio utilizará a camisa 14.
Imirante Esporte, com informações do CR Flamengo14/01/2019 às 21h07
De Arrascaeta é apresentado pelo Flamengo: "estou onde eu queria"De Arrascaeta, meia do Flamengo. (Marcelo Cortes / CR Flamengo)

RIO DE JANEIRO - O Flamengo apresentou o seu terceiro reforço para a temporada na tarde desta segunda-feira (14). Após Rodrigo Caio e Gabriel Barbosa, foi a vez de Giorgian De Arrascaeta chegar oficialmente ao Rubro-Negro. O novo camisa 14 concedeu entrevista coletiva à imprensa no Ninho do Urubu e falou sobre a chegada ao Rio de Janeiro e os novos desafios.

"Agora estou onde queria. Estou feliz de vestir essa camisa e meu foco é aqui no Flamengo. Quero ganhar tudo e retribuir todo esse carinho que estou recebendo."

O uruguaio comentou sobre a grandeza do clube e afirmou que o objetivo principal é terminar a temporada de 2019 com muitas conquistas importantes.

"Vim com muita gana e muita vontade de estar aqui no Flamengo. É um clube muito grande e respeitado no mundo todo. Esse ano teremos grandes desafios e quero sair campeão e com grandes conquistas."

Assim como Gabriel Barbosa, Arrascaeta ficou no Rio de Janeiro e ainda não treinou com o restante do elenco, que segue nos Estados Unidos em pré-temporada. O novo camisa 14 fez questão de elogiar a qualidade dos novos companheiros de equipe.

"Estou chegando agora para ajudar o time. Vou tentar ser decisivo em todos os jogos. Aqui temos um grande elenco e isso vai ser importante para conseguirmos grandes coisas esse ano."

Arrascaeta aproveitou a primeira conversa com os jornalistas no Ninho do Urubu e mandou um recado para os torcedores rubro-negros.

"Vamos brigar durante todo ano para que o Flamengo possa levantar várias taças. Vamos precisar muitos dos torcedores, e dentro do campo vamos fazer a nossa parte."

Confira outros trechos da entrevista coletiva:

Pressão no novo clube

"Acho que o jogador lida normalmente com isso. Quando se briga por título, ou até mesmo para não cair. Não tenho problema e vou dar o meu melhor a cada jogo. Estamos em um clube muito grande e vamos brigar por tudo."

Concorrência no grupo

"O jogador tem que brigar sempre para jogar, tem que dar o máximo. Aqui todos são jogadores de qualidade e isso fortalece o elenco. Vai ser uma dor de cabeça boa para o treinador e uma motivação extra para os atletas."

Possível rotatividade do elenco

"A decisão sempre vai ser do Abel. Se eu estiver fisicamente bem, vou querer estar em todos os jogos. Jogamos muito no Brasil uma hora ou outra vamos ter que poupar. Esse ano teremos jogos decisivos."

Impressões do Rio de Janeiro e dos torcedores

"Deu para sentir o calor também. Sem dúvida, aqui no Brasil são muito apaixonados pelo futebol e nós que gostamos quando somos crianças. Fico pensando que um abraço e uma foto é muito para eles e nós não perdemos nada com isso. Quero dar muitas alegrias ao nosso torcedor."

Condições de jogo

"Temos que ir passo a passo para entrar forte fisicamente e mentalmente esse ano. Tenho que conversar com o treinador e com o preparador físico. Ainda vou conhecer o grupo e quando estiver pronto para jogar, vai depender do treinador."

Chances na seleção uruguaia

"Isso vai passar mais pelas minhas apresentações no time. O Uruguai conta com grandes jogadores e por isso vou me preparar bem para esse ano. Ainda teremos a Copa América, que é uma motivação extra."

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.