Futebol

Felipão exalta elenco do Palmeiras e valoriza início de trabalho em 2019

Treinador do Alviverde, entretanto, se mantém atento aos imprevistos que podem surgir na temporada.
Imirante Esporte, com informações da Agência Palmeiras08/01/2019 às 21h40
Felipão exalta elenco do Palmeiras e valoriza início de trabalho em 2019Luiz Felipe Scolari, técnico do Palmeiras. (Cesar Greco / Agência Palmeiras / Divulgação)

SÃO PAULO - Depois de uma temporada coroada com o decacampeonato brasileiro, o Palmeiras inicia 2019 de olho em novas conquistas. Com a manutenção do elenco e a chegada de cinco reforços, o técnico Luiz Felipe Scolari mostra-se satisfeito com o início de trabalho no ano, mas se mantém atento aos imprevistos que podem ocorrer nos próximos dias.

“O nosso planejamento é quase que diário com algumas mudanças durante quase o ano todo, mas que sofre adaptações. Saída de um jogador, chegada de outro, recuperações... Detalhes que temos de adaptar e algumas situações que estavam previstas. Dentro do que imaginávamos para o início de ano, 85% estamos conseguindo fazer, mas não contávamos com alguns detalhes que aconteceram. Por exemplo: o Raphael Veiga jogou até 12 de dezembro e está com pequenas dores no púbis, assim como o Fabiano. Já não poderão fazer o treino de sábado e nem jogar o primeiro jogo. É uma série de detalhes que vamos adaptando para colocarmos em prática quando precisarmos”, declarou o treinador, que almeja levantar a taça do Campeonato Paulista.

“O primeiro objetivo é o Paulista, mesmo que o Palmeiras tenha um problema com a Federação (Paulista) pendente do ano passado. Nós, do grupo, temos o campeonato para jogar e temos de ganhar o título paulista. Para quem ganha, é muito bom. Para quem não ganha, talvez não valha a pena. Mas vale a pena sim, essa é a conversa dentro do vestiário. Fora do vestiário, não temos nada a ver. O Paulista tem de ser jogado e vencido. Quem não quer vencer, nem entre. Eu valorizo o Campeonato Paulista. Depois, se tiver algum problema, isso tem de ser resolvido no tribunal”, expôs.

O número máximo de jogadores que podem ser inscritos no Estadual, contudo, não é visto com bons olhos por Felipão. “É um problema, ainda tem a data Fifa. Temos de analisar quais jogadores eu posso perder em duas datas Fifa. Será que coloco mais um atacante? Menos um? Será que o Borja vai? O Gustavo (Gómez) vai? São 26 jogadores inscritos, cinco ou seis já não poderão jogar o primeiro e o segundo jogos por questão de lesões antigas. E eu tenho de inscrever 26. Além dos 26, vejo vocês (imprensa) falando da base, mas temos seis jogadores da base na Seleção e eles perderão as primeiras rodadas do Paulista. São tantas coisas que vocês não imaginam e temos de pensar”, declarou Scolari.

Por fim, o técnico voltou a elogiar o elenco palestrino. “Todo excelente jogador interessa ao Palmeiras, mas estamos com um grupo muito bom de jogadores. Isso foi provado no ano passado. Se analisarmos, temos um grupo ideal, sem problema nenhum se chegar ou sair alguém. Temos 35 jogadores, não trabalharei com os 35 e os jogadores já sabem. No máximo, 28 ou 30 jogadores, a direção já sabe também. Com o tempo, desenrolaremos os trabalhos e situações aparecerão para os jogadores, veremos o que acontecerá. A princípio, estou totalmente satisfeito com o grupo que tenho”, finalizou.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.