Campeonato Brasileiro

Rodinei analisa sequência decisiva do Flamengo e comenta equilíbrio com Dorival

Lateral direito concedeu entrevista coletiva na tarde desta terça-feira (6).
Imirante Esporte, com informações do CR Flamengo06/11/2018 às 21h33
Rodinei analisa sequência decisiva do Flamengo e comenta equilíbrio com DorivalRodinei, lateral direito do Flamengo. (Gilvan de Souza / CR Flamengo)

RIO DE JANEIRO - O Flamengo está iniciando mais uma semana de treinamentos no Ninho do Urubu e segue acreditando no título do Campeonato Brasileiro. Antes do treino dessa terça-feira, o lateral Rodinei concedeu entrevista coletiva no Ninho do Urubu e falou sobre a reta final da competição nacional.

“É uma situação complicada, mas a gente não pode olhar para o passado e pensar nos pontos que perdeu. Em seis rodadas, tudo pode acontecer. Não podemos deixar de fazer nossa parte. O Campeonato Brasileiro já teve várias reviravoltas. A gente vai continuar acreditando ate o final.”

O camisa 2 também falou sobre as chances que o time está conseguindo criar nas partidas do Brasileirão.

“Tudo que a gente faz no treinamento, a gente leva pro jogo. Nessas bolas decisivas rola uma tensão maior. A gente tem treinado e trabalhado muito. Tendo as chances, eles vão fazer para ajudar a gente a continuar na briga.”

Rodinei comentou sobre a importância do equilíbrio na equipe para conseguir voltar a vencer já no jogo contra o Botafogo.

"A gente vem para o treino e professor treina várias coisas com a gente. Não podemos só treinar finalizações. Não adianta fazer quatro gols e levar seis. Temos que trabalhar na frente e atrás. Temos que trabalhar para buscar as vitórias.”

Confira outros trechos da coletiva:

Empate contra o São Paulo e clássico na próxima rodada

"Eu falei que é um ponto importante, pois foi um jogo difícil. Fomos buscar a vitória, mas não conseguimos. Temos agora o jogo contra o Botafogo e temos que ficar ligados para conquistar os três pontos."

Enfrentar o Gatito Fernandez

"A gente sabe da qualidade do Gatito e que ele atuou muito bem na última partida. Não podemos entrar no jogo pensando nele, temos que trabalhar até o jogo chegar sabendo o que precisamos fazer para a vitória vir."

Provocações no futebol

"Eu sou um cara que todo mundo sabe que sou de bem e brinco muito. Isso deveria existir, o negócio é ter respeito. Não posso fazer gol e sair provocando a torcida adversária."

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2018 - Todos os direitos reservados.