Campeonato Brasileiro

Gilson valoriza confiança de Zé Ricardo e espera ajudar o Botafogo

Lateral esquerdo foi titular no empate sem gols diante do Ceará, na Arena Castelão.
Imirante Esporte, com informações do Botafogo FR17/10/2018 às 20h51
Gilson valoriza confiança de Zé Ricardo e espera ajudar o BotafogoGilson, lateral esquerdo do Botafogo. (Vitor Silva / SSPress / Botafogo FR)

RIO DE JANEIRO - O Botafogo retornou ao Rio após o empate em 0 a 0 diante do Ceará no Castelão e já iniciou a preparação para a partida diante do Bahia, sábado no Estádio Nilton Santos. Titular novamente na lateral esquerda, Gilson concedeu entrevista coletiva, falou sobre estar novamente entre os onze iniciais, agradeceu a confiança de Zé Ricardo e destacou a importância dos nove jogos finais e decisivos no Campeonato Brasileiro.

"Viajei sabendo que poderia ser titular, mas o Zé definiu isso na véspera da partida. Se minha atuação foi o suficiente ou não só o Zé Ricardo vai dizer, mas particularmente eu gostei. Foi um jogo complicado, a equipe do Ceará é forte. Acredito que realizei um jogo seguro e somamos um ponto. Não era o que a gente queria, mas temos que valorizá-lo, pode ser importante para nós. Agora teremos que fazer o nosso dever de casa e temos apenas uma derrota no Nilton Santos pelo Brasileiro, contra o Atlético Mineiro. Isso demonstra a nossa força aqui ao lado do nosso torcedor. Contamos com o apoio deles, o que é o mais importante", disse Gilson.

Confira os demais trechos da entrevista coletiva do lateral-esquerdo Gilson:

A volta da titularidade e o pensamento no grupo

"Prazeroso. Sempre trabalho em prol do Botafogo. Jogador sempre quer estar jogando, mas temos que respeitar o momento de cada um. Estou disposto a ajudar e contra o Ceará fiquei feliz por começar jogando. Temos que estar focados em prol do Botafogo e não só no nosso eu".

Jogo de seis pontos contra o Bahia

"Estamos próximos da zona e vamos jogar em casa. Temos que procurar a vitória e podemos considerar como um jogo de seis pontos. Sabemos da dificuldade que vamos encontrar, mas vamos jogar diante do nosso torcedor e precisamos buscar a vitória. Sempre com muita concentração, o Bahia é uma equipe perigosa".

Adversário conhecido

"Já enfrentamos o Bahia algumas vezes esse ano, uma equipe muito competitiva. Já provou isso não só contra nós e temos essa semana para acertarmos os detalhes com o professor Zé Ricardo".

O reencontro com o Bahia pós Sul-Americana

"Lembrar sim, fomos eliminados na Sul-Americana por eles, mas ganhamos a partida e fomos eliminados nas penalidades. Já faz parte do passado, superamos essa tristeza e o Brasileiro é outra competição. Sabemos da dificuldade e vamos buscar o resultado".

Relação com Moisés

"Nossa relação é ótima. Muitas vezes somos cobrados e o Moisés ainda é novo, um excelente profissional. Vinha de uma boa sequência e em alguns momentos não fazemos bons jogos".

Boa pontuação no Cartola

"Não acompanho a brincadeira do Cartola, mas sabendo agora eu fico feliz, é sinal que fiz uma partida segura e de bom nível. O mais importante não é o individual e sim o coletivo e espero que a nossa equipe possa realizar bons jogos e conseguir as vitórias para terminarmos na melhor colocação possível".

O franco Zé Ricardo

"O Zé é um treinador muito franco, que dá importância para todos os atletas. Se preocupa com todos e durante a semana eu treinei com a equipe titular e sabia da possibilidade. Foi super tranquilo e todos no nosso grupo estão preparados para dar o melhor pelo grupo. Nosso pensamento sempre é pelo grupo".

Um campeonato muito disputado

"Nós estamos procurando trabalhar muito focados e sabemos da dificuldade do Campeonato Brasileiro, não só na parte de cima, a disputa está muito acirrada e a diferença de pontos é pouquíssima. Estamos no meio da tabela, mas próximo do Z-4. Temos que encarar cada jogo como uma final".

Jogos decisivos até o fim

"Nosso pensamento é jogo a jogo, cada jogo como uma decisão e nos restam nove jogos. Agora teremos um jogo em casa contra o Bahia e vamos encarar como uma final para somarmos pontos e nos afastarmos da parte de baixo".

A equipe que mais empatou no Brasileiro

"Nós somos a equipe que mais empatou. Sempre entramos procurando as vitórias, mas em algumas aconteceram os empates. Em muitas saímos na frente e temos que policiar melhor isso, procurar eliminar os pontos fortes do Bahia para não sermos surpreendidos negativamente. Nossa concentração nesses jogos finais será fundamental para somarmos pontos. Foco para vencermos o Bahia em casa".

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.