Copa Libertadores

Palmeiras bate o Colo-Colo e fica perto da semifinal da Libertadores

O Alviverde abriu grande vantagem em Santiago e encaminhou a classificação.
Imirante Esporte, com informações da Agência Palmeiras21/09/2018 às 00h01
Palmeiras bate o Colo-Colo e fica perto da semifinal da LibertadoresO Palmeiras derrotou o Colo-Colo no Estádio Monumental, em Santiago. (Divulgação / Conmebol)

SANTIAGO (CHILE) - O Palmeiras visitou a equipe do Colo-Colo-CHI na noite desta quinta-feira (20), em Santiago, no Chile. A partida foi válida pelo jogo de ida das quartas de final da Conmebol Libertadores e, com a vitória por 2 a 0 – gols de Bruno Henrique e Dudu –, o Alviverde largou na frente da equipe do país vizinho, e terá vantagem para decidir no jogo de volta, em 03/10 (quarta-feira), às 21h45, no Allianz Parque, em São Paulo (SP).

O jogo

O primeiro tempo começou com o Palmeiras enérgico em campo. O Alviverde começou mesmo avassalador. Tanto que, logo aos quatro minutos de bola rolando, já abriu a contagem com Bruno Henrique, após bola dominada por Borja na grande área, passada para Moisés que, recebeu, olhou, e passou para Bruno Henrique chegar chutando, de pé direito, dentro da área.

As melhores chances no primeiro tempo foram criadas pelo Palmeiras, que acumulou mais finalizações e também roubadas de bola durante a primeira etapa. A superioridade era nítida, mas a partir da metade dos 45 minutos iniciais, sobretudo na reta final, o duelo foi ganhando uma conotação de equilíbrio, e os times foram para o vestiário com vitória parcial do Alviverde por 1 a 0.

No segundo tempo, o time da casa demonstrou atitude, tomando exatamente a postura que o Palmeiras havia adotado na etapa anterior. Durante boa parte do período derradeiro, aliás, o Colo-Colo atuou no campo de defesa palmeirense, enquanto o time de Felipão se defendia a qualquer custo.

Visto a postura acuada do Palmeiras, o técnico Felipão resolveu mexer no time pela primeira vez aos 18 minutos do segundo tempo, tirando Borja para a entrada de Jean, camisa 17, que foi fundamental para a criação de jogadas no setor médio do campo palmeirense, ligando jogadas ao ataque e dando a consistência às jogadas trabalhadas coletivamente.

Aos 28 minutos, veio a segunda alteração: o volante Thiago Santos, com cartão amarelo, saiu para a entrada do zagueiro paraguaio Gustavo Gómez. Com as mexidas do treinador palmeirense, a equipe ganhou também mais força defensiva. O time palmeirense logo respondeu às mudanças dentro de campo, tanto que, aos 32 minutos, o Alviverde ampliou sua vantagem.

O atacante Willian puxou contra-ataque, invadindo a grande área. O camisa 29 desferiu um petardo, acertando o goleiro e a trave adversária. Na sobra, Dudu dominou e finalizou cara a cara com o arqueiro chileno, sem chances para o time da casa.

Após o segundo o gol, o Palmeiras recuperou a confiança e passou a ser novamente o protagonista do duelo. Com mais algumas boas chances até os derradeiros minutos do prélio, o Alviverde segurou a vantagem e saiu de Santiago com a vitória por 2 a 0 – vale registrar ainda que, nos minutos finais, Lucas Lima entrou no lugar de Dudu, autor de um dos gols do triunfo, e que o lateral-esquerdo Damián Pérez, camisa 15 do Colo-Colo-CHI, foi expulso pelo árbitro após consulta do VAR devido a uma entrada com a sola da chuteira em Mayke, lateral-direito palmeirense.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.