Copa Libertadores

Grêmio treina no Complexo da Casa Amarilla antes de encarar o Estudiantes

Para o duelo, o atacante Everton será ausência para o time Tricolor.
Imirante Esporte, com informações do Grêmio06/08/2018 às 23h13
Grêmio treina no Complexo da Casa Amarilla antes de encarar o EstudiantesA partida entre Grêmio e Estudiantes de La Plata acontece nesta terça-feira (7). ( Foto: Lucas Uebel / Grêmio)

BUENOS AIRES - Está tudo pronto para o jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores da América. Na noite desta terça-feira (7), o atual campeão da maior competição do continente entra em campo para encarar o Estudiantes de La Plata. Como o Estádio Jorge Luis Hirschi se encontra em obras, os argentinos mandarão o jogo no Centenario Ciudad de Quilmes, na grande Buenos Aires. Para o duelo, o atacante Everton será ausência para o time Tricolor. O atacante ficou em Porto Alegre realizando trabalhos com a equipe de fisioterapia do Clube.

Leia também:

Inter bate o Atlético-MG por 1 a 0 no Independência

Scarpino volta para comandar o Moto Club na próxima temporada

Nesta véspera do primeiro jogo das oitavas, o Tricolor treinou na Casa Amarilla, um complexo esportivo anexo à La Bombonera, casa do Boca Juniors. Em fevereiro, quando o Tricolor disputou a Recopa contra o Independiente, o treinamento também fora realizado no mesmo local. Antes da atividade desta segunda-feira, o técnico Renato Portaluppi reuniu dez atletas para uma conversa reservada no vestiário. São eles: Léo Moura, Geromel, Kannemann, Marcelo Oliveira, Maicon, Cícero, Ramiro, Luan, Jael e André. Além dessa possibilidade, o treinador poderá optar pela entrada dos atacantes Marinho ou do jovem Pepê, ambos inscritos nesta fase de mata-mata da Copa Libertadores, no lugar do lesionado Everton.

Após breve aquecimento, os atletas participaram de um animado rachão, que contou com a presença do treinador gremista. O trabalho não forneceu maiores dicas de quem poderá ir a campo nesta terça-feira. Por parte do Estudiantes, foram substituídos cinco atletas da lista inicial da Libertadores. Um deles é o meia Gastón Fernández, que esteve no Tricolor no início de 2017.

Em entrevista coletiva, o zagueiro Walter Kannemann alertou para a dificuldade de conquistar a Copa Libertadores. "Independente de ser o atual campeão ou não, a Libertadores é sempre um torneio muito difícil de ser vencido, onde o jogador disputa cada bola como se fosse um pote de ouro", afirmou o argentino.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.