Liga das Nações de Vôlei

No primeiro jogo em casa, Seleção Brasileira vence a Coreia do Sul

Mesmo com uma formação diferente, o Brasil contou com uma boa distribuição de jogo.
Imirante Esporte, com informações da CBF01/06/2018 às 20h13
No primeiro jogo em casa, Seleção Brasileira vence a Coreia do SulWander Roberto / Inovafoto / CBV

GOIÂNIA - A seleção brasileira masculina de vôlei deu show no primeiro jogo em casa pela Liga das Nações. Em Goiânia (GO), onde disputa a segunda etapa da competição, a equipe dirigida pelo técnico Renan venceu a Coreia do Sul por 3 sets a 0, com parciais de 25/21, 25/19 e 25/19, na tarde desta sexta-feira (01.06), na Arena Goiânia.

Renan começou o jogo com uma formação diferente dos três jogos já disputados nesta competição – na primeira etapa, na Sérvia, o Brasil venceu os donos da casa e a Alemanha, por 3 sets a 0, e sofreu um resultado negativo para a Itália, por 3 a 2.

Com William, Evandro, Isac, Éder, Lipe e Leonardo, além do líbero Murilo, a seleção brasileira contou com uma boa distribuição e dois jogadores dividiram o posto de maior pontuador, os centrais Isac e Éder, com 12 pontos cada um. Já o oposto Evandro marcou 10 vezes.

Isac comentou sobre a partida. “Temos grandes centrais e procurei fazer a diferença no que eu posso fazer de melhor, que é sacar e atacar. Conseguimos uma boa atuação hoje e agora temos que nos preparar para dois grandes jogos, que são contra Japão, amanhã, e Estados Unidos, no domingo”, disse o central.

O oposto Evandro enalteceu o valor de um resultado rápido nesta sexta-feira. “Um 3 a 0 é sempre importante. Amanhã temos um jogo mais cedo, temos pouco tempo para descansar para a próxima partida, então foi muito importante conseguir esse resultado”, comentou Evandro, que ainda falou sobre a alegria de jogar em casa.

“Estamos esperando que a nossa equipe entre sempre dando o seu 100% e consiga outros bons resultados. Sempre é sensacional jogar em casa. Hoje a torcida nos levou adiante o tempo inteiro da partida e temos que agradecer muito e convidar para que o ginásio esteja ainda mais cheio amanhã e domingo”, complementou o oposto.

Responsável por um rodízio entre os jogadores titulares na seleção brasileira, especialmente por causa da quantidade de jogos e viagens, o técnico Renan já está atento ao desafio deste sábado (02.06), às 8h35, contra a seleção japonesa.

“O Japão é um outro jogo, uma outra história. Ainda não definimos quem sai jogando amanhã, mas independentemente disso, temos que tentar apresentar esse nível de jogo, sempre muito agressivo, principalmente no saque e no bloqueio”, concluiu Renan.

No primeiro jogo do dia na Arena Goiânia, a seleção dos Estados Unidos perdeu os dois primeiros sets para o Japão e, após mudanças na equipe, virou a partida e venceu por 3 sets a 2 (23/25, 13/25, 25/18, 25/20 e 15/10).

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.