Campeonato Mineiro

Com primeiro tempo avassalador, Cruzeiro bate URT no Mineirão

Rafael Sóbis, De Arrascaeta e Thiago Neves marcaram os gols da vitória da Raposa.
Imirante Esporte, com informações do Cruzeiro EC07/03/2018 às 23h52
Com primeiro tempo avassalador, Cruzeiro bate URT no MineirãoCristiane Mattos / Light Press / Cruzeiro EC

BELO HORIZONTE - As mais de 15 mil mulheres que estiveram no Mineirão receberam uma grande homenagem do Cruzeiro nesta quarta-feira (7). Além da promoção para a entrada ao estádio e a estréia do mais novo manto celeste, elas puderam ver a nona vitória do líder absoluto do Campeonato Mineiro.

O Cruzeiro não deu chances a URT e goleou o time de Patos de Minas por 3 a 0, gols de Rafael Sóbis, De Arrascaeta e Thiago Neves. Com destaque para o atacante da camisa 7, que além do gol, deu duas assistências que ajudaram o time celeste a construir o placar dilatado sobre o adversário.

A Raposa volta aos trabalhos nesta quinta-feira e já se prepara para enfrentar a Patrocinense, na próxima partida do Campeonato Mineiro que acontecerá no domingo, às 17h, na cidade de Patrocínio.

O jogo

O Cruzeiro tomou iniciativa na partida, buscando o gol desde os primeiros minutos. Aos nove, Lucas Silva fez grande lançamento, De Arrascaeta recebeu dentro da área, ganhou do seu marcador, mas chutou em cima do goleiro adversário.

Um minuto depois, Lucas Romero fez boa jogada pela direita e cruzou para trás, De Arrascaeta mais uma vez chegou para o chute e a zaga afastou em cima da hora. No ataque seguinte, o camisa 10 viu a entrada de Bruno Silva pela direita e fez um bonito toque por cima da zaga, o meia recebeu ao lado da pequena área e errou a finalização.

A Raposa buscava o gol a todo instante, e conseguiu abrir o marcador aos 17 minutos. Marcelo Hermes cruzou pela esquerda, Thiago Neves disputou a bola no alto e tocou para Rafael Sóbis, que de canhota, estufou a rede do goleiro Carlão. 1 a 0 Cruzeiro.

Seis minutos depois, aos 23, De Arrascaeta iniciou a jogada no meio e tocou para Rafael Sóbis, o atacante avançou e cruzou de canhota, Thiago Neves deixou a bola passar e o mesmo De Arrascaeta bateu de direita e marcou o segundo gol celeste na partida. Grande jogada do ataque. 2 a 0 Cruzeiro.

Aos 35 minutos, outra grande jogada do ataque celeste. Mancuello avançou pela esquerda e cruzou para Sóbis, o atacante tocou de primeira para área e Thiago Neves concluiu à direita do gol de Carlão. Por muito pouco não saiu o terceiro.

O Cruzeiro insistia no ataque e chegou ao terceiro gol aos 41 minutos. Rafael Sóbis fez grande jogada no meio e lançou para Thiago Neves na entrada da área, o meia saiu na frente da marcação e bateu de esquerda, nas sua característica principal, no canto esquerdo do goleiro. 3 a 0. Cruzeiro impossível em campo.

A equipe de Patos de Minas foi a primeira a chegar com perigo na etapa complementar. Aos sete minutos Eduardo Ramos bateu de fora da área e Fábio, bem colocado, defendeu com tranquilidade.

A Raposa apareceu com perigo aos 14 minutos, Lucas Romero fez a jogada pelo meio e lançou De Arrascaeta na entrada da área, o zagueiro chegou firme na corrida e impediu a chance do uruguaio da camisa 10.

Dois minutos depois, o mesmo De Arrascaeta teve outra grande chance, Lucas Romero fez um grande lançamento e achou o Camisa 10 sozinho na área, ele tentou bater de primeira e colocou a direita do gol de Carlão.

Aos 27 minutos, falta na entrada da área para o Cruzeiro. Thiago Neves rolou para Lucas Silva que soltou uma bomba, o goleiro Carlão rebateu e Dedé, por pouco, não completou no rebote, passando pela bola.

Com 39 minutos, o Cruzeiro tentava chegar ao quarto gol e ele quase saiu. Marcelo Hermes fez bom cruzamento para área e Dedé, subindo muito, cabeceou com grande perigo para a meta adversária.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.