Copa do Brasil

De virada, Goiás derrota o Fluminense no Serra Dourada

O Esmeraldino luta por uma vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil.
Gazeta Esportiva13/04/2017 às 23h46

GOIÂNIA - O Fluminense até saiu na frente, com gol de Marcos Junior, mas o goleiro Diego Cavalieri foi expulso no final do primeiro tempo e o Goiás reagiu para conseguir vitória por 2 a 1, em jogo disputado na noite desta quinta-feira, no Serra Dourada, pela quarta fase da Copa do Brasil. Os gols do Verdão foram marcados por Jean Carlos e Léo Gamalho, ambos no segundo tempo.

Mesmo atuando com dez desde o primeiro tempo, os cariocas conseguiram segurar a vantagem até os 38 do segundo tempo, quando saiu o empate. Na sequência, o Esmeraldino chegou à virada, confirmando o triunfo.

Os dois times voltam a se enfrentar no Rio de Janeiro e, por ter marcado um gol fora de casa, o Tricolor das Laranjeiras precisa apenas de uma vitória por 1 a 0 para se classificar para a próxima etapa da competição. O Goiás necessita de um empate para seguir no torneio, ou até mesmo derrota por um gol, desde que a partir de 3 a 2.

Mesmo atuando fora de casa, o Fluminense começou a partida no ataque e, no primeiro minuto, Henrique ficou livre na pequena área, mas caiu ao tentar concluir e reclamou de pênalti, mas o árbitro nada marcou.

Aos 7, foi a vez de Marcos Junior receber em condições de concluir, mas acabou travado na hora do chute. Dois minutos depois, o gol saiu. Wellington Silva fez boa jogada pelo meio e descobriu Marcos Junior penetrando livre pela esquerda. O atacante dominou e bateu cruzado, de pé esquerdo, para colocar nas redes.

Mesmo depois de marcar, o time carioca continuou pressionando, enquanto o Goiás se mostrava perdido em campo. Aos 10, após ser lançado por Wellington Silva, Henrique Dourado sentiu uma fisgada na coxa e pediu substituição. Pedro entrou em seu lugar.

O time da casa seguia com muita dificuldade para chegar na área tricolor e seus zagueiros apelavam para os lançamentos longos para tentar alcançar os atacantes Léo Gamalho e Carlos Eduardo. Somente aos 22 minutos o Goiás ameaçou, em chute forte de Tiago Luis que assustou o goleiro Diego Cavalieri.

O Fluminense voltou a incomodar aos 30, quando Marcos Junior investiu em velocidade e caiu após ser bloqueado por Everton Sena. O atacante pediu a marcação de pênalti, mas o árbitro mandou o jogo seguir.

Aos 40, Carlos Eduardo foi lançado na corrida e acabou derrubado pelo goleiro Diego Cavalieri na entrada da área. O goleiro tricolor recebeu cartão vermelho. O técnico Abel Braga tirou o meia Sornoza para colocar o goleiro reserva Júlio César.

Na cobrança, Tiago Luis acertou a barreira. Nos acréscimos, o Goiás teve a chance do empate, mas o lateral Léo desviou a cabeçada de Carlos Eduardo que tinha endereço certo.

O Goiás voltou para o segundo tempo com mais um atacante. Michael entrou no lugar do lateral Hélder. E antes dos dois minutos, ameaçou o gol tricolor com um chute perigoso de Carlos Eduardo.

Aos 7, após boa troca de passes, Michael colocou a bola nas redes, mas o lance foi invalidado por impedimento. O Fluminense apenas se defendia e a bola quase não chegava aos atacantes Pedro e Marcos Junior.

O time dirigido por Abel Braga concentrou sua equipe na defesa para suportar a pressão da equipe de Goiás, e deu certo até os 38 minutos, quando o Esmeraldino marcou o gol do empate. Jean Carlos recebeu na intermediária e mandou a bomba. A bola ainda bateu na trave antes de entrar.

Aos 42, o Goiás desempatou. Aylon foi derrubado por Renato Chaves na área e o árbitro marcou pênalti. Léo Gamalho bateu com categoria e marcou o segundo gol. Nos acréscimos, depois de perder chance clara de marcar, com uma furada, Carlos Eduardo fez falta dura e recebeu o segundo cartão amarelo, sendo excluído da partida.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.