Copa Libertadores

Santos estreia com empate diante do Sporting Cristal

O Peixe conquistou, em Lima, o seu primeiro ponto na Libertadores 2017.
Gazeta Esportiva10/03/2017 às 00h12

LIMA (PERU) - A Libertadores finalmente começou para o Santos! Após cinco anos de ausência, os santistas viveram toda a emoção que a competição continental proporciona nesta quinta-feira, contra o Sporting Cristal, no Peru. Estreando no torneio, o Peixe começou preguiçoso e viu os peruanos abrirem o placar com Cazulo. Porém, o alvinegro contou com a estrela de Lucas Lima e Vladimir para arrancar o empate. O meia deu lindo passe para Thiago Maia deixar tudo igual, enquanto o goleiro fez várias defesas e salvou o time de Vila Belmiro nos momentos finais.

Com a igualdade, as duas equipes acumulam um ponto e ficam empatadas na tabela. O líder do grupo B é o The Strongest, que venceu o Santa Fe, da Colômbia, por 2 a 0, em La Paz, também nesta quinta.

Na segunda rodada da Libertadores, o Peixe encara o time boliviano, na próxima quinta-feira, às 21h45 (de Brasília), na Vila Belmiro. Porém, antes da competição continental, o alvinegro tem um compromisso pelo Paulistão, no domingo, às 18h30, diante do São Bernardo, no ABC Paulista.

Já o Sporting Cristal, por sua vez, viaja até a Colômbia na próxima quinta-feira para pegar o Independiente Santa Fe, também às 21h45 (de Brasília), pela segunda rodada da Liberta.

O Santos começou a Libertadores tomando pressão logo no primeiro minuto. Jogando em seu território, o Sporting Cristal se impôs nos momentos iniciais. Após bobeada e falta de Cleber, Lobatón bateu falta direto para o gol e Vladimir salvou.

Após a chance desperdiçada, o time peruano continuou em cima e marcando o Santos desde a saída da defesa, fazendo o time comandado por Dorival Júnior cometer alguns erros bobos. Porém, o alvinegro colocou a bola no chão aos 7 minutos e quase abriu o placar. Victor Ferraz recebeu belo passe de Copete pelo lado direito, mas errou o cruzamento. Na sobra, Lucas Lima achou Vitor Bueno livre, que não conseguiu empurrar para as redes.

Apesar da ‘acordada’, o pior para os santistas aconteceu seis minutos depois. Em nova cobrança de falta, Lobatón cruzou e Cazulo, em impedimento, apareceu completamente sozinho na área para vencer Vladimir e abrir o placar no Peru.

Mesmo com a vantagem, o Sporting Cristal seguiu pressionando a saída de bola do Peixe, que não sentiu bastante o tento sofrido e pouco criou nos minutos seguintes. Bem marcado, Lucas Lima pouco conseguiu criar.

Na reta final do primeiro tempo, porém, o time peruano diminuiu um pouco a marcação e o alvinegro cresceu no jogo. O problema é que mesmo com a posse de bola, os santistas não conseguiam furar a zaga adversária, tanto que o primeiro chute na meta surgiu apenas aos 30 minutos, com Vitor Bueno. Bem posicionado, o goleiro Maurício fez a defesa de soco.

Praticamente no último lance da etapa inicial, aos 44, o zagueiro Cleber aproveitou a sobra em cobrança de falta e bateu firme. Porém, Mauricio salva o Sporting Cristal com uma bela defesa em dois tempos.

Ao contrário do primeiro tempo, o Santos voltou do intervalo mais aceso no Peru. Logo com cinco minutos de jogo, Lucas Lima acertou lançamento para Ricardo Oliveira. Em velocidade, o centroavante ganhou do zagueiro e bateu firme, no canto esquerdo. Inspirado, o goleiro Maurício caiu bem e espalmou o chute do atacante, salvando o Sporting Cristal.

Apesar da melhora no início do segundo tempo, o meia Vitor Bueno destoava dos companheiros. Apagado, o camisa 7 acabou sendo substituído por Vladimir Hernández aos 13 minutos. O colombiano, por sua vez, estrava com a camisa do Peixe em jogos oficiais.

Logo em sua primeira jogada mais incisiva, o debutante participou da jogada do empate santista no Peru. Porém, quem roubou a cena foi Lucas Lima. Após troca de passes iniciada por Hernández, o camisa 10 deu lindo lançamento para Thiago Maia. Na cara do gol, o volante fuzilou Maurício e deixou tudo igual.

O tento desanimou os peruanos, que diminuíram o ímpeto no ataque. O Santos, por sua vez, viu o nervosismo passar, colocou a bola no chão e passou a dominar a partida. Porém, como na Libertadores é preciso ficar atento todos os minutos, o Peixe viu o Sporting Cristal crescer no final e quase saiu de Lima com uma derrota na bagagem.

Ela não veio, porém, pois o alvinegro tinha Vladimir embaixo da meta. Como um verdadeiro paredão, o goleiro fez três lindas defesas nos últimos cinco minutos de jogo e garantiu o empate no Peru.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.