Após tragédia

Jogadores do Inter afirmam o desejo de não jogar a última rodada

Mesmo com a ameaça de rebaixamento, os jogadores não querem disputar a última partida.
Gazeta Esportiva02/12/2016 às 00h04

PORTO ALEGRE - A polêmica envolvendo a realização ou não da última rodada do Campeonato Brasileiro após a tragédia de avião envolvendo o elenco da Chapecoense ganhou mais um capítulo nesta quinta-feira. Liderados pelo meia Alex, os jogadores do Internacional foram a público em uma entrevista coletiva para afirmar que apoiam o cancelamento de todos os jogos.

“A gente gostaria de deixar bem claro que, por uma questão de respeito e emocional, não teríamos condições de jogar a última partida. Porém, como profissionais, respeitamos leis e regras, se acontecer, estaremos lá para cumprir. Mas a nossa opção é que não tenha a rodada”, disse Alex.

O Internacional enfrentaria o Fluminense, precisando vencer para se salvar do rebaixamento à Série B. Nesta quarta, o vice-presidente colorado Fernando Carvalho foi muito criticado por reclamar do adiamento da última rodada em uma semana, dizendo que o Inter já vivia sua “tragédia pessoal”. Percebendo como sua declaração foi mal vista, o dirigente rapidamente foi a público pedir desculpas.

“Nós nos colocamos no lugar das vítimas e dos familiares, todos aqueles que estavam envolvidos. Pensamos nos familiares que ficaram, que sofrem”, afirmou o lateral do Inter, Ceará.

A direção colorada não se afirmou sobre a atitude dos atletas. No Cruzeiro, o volante Henrique também admitiu que deseja o cancelamento da 38ª rodada – a Raposa enfrentaria o Corinthians para cumprir tabela.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) já reiterou que não acatará os pedidos de cancelamento dos jogos. A entidade sequer aceitou a não realização do duelo entre a própria Chapecoense e o Atlético Mineiro, na contramão do desejo de ambos os clubes.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.