Brasil

Paralimpíadas Escolares são abertas em São Paulo

Competição nacional conta com a participação de mais de 900 atletas.
Imirante.com, com informações da assessoria23/11/2016 às 10h02

SÃO PAULO - A edição 2016 das Paralimpíadas Escolares foi oficialmente aberta na noite desta terça-feira (22), em São Paulo. A cerimônia foi realizada no auditório Celso Furtado, no Parque Anhembi, e contou com a presença de membros da diretoria do Comitê Paralímpico Brasileiro, do governo do Estado de São Paulo, da prefeitura da capital paulista, de representantes de entidades esportivas e direcionadas às pessoas com deficiência e de integrantes das 24 delegações (23 estados mais o Distrito Federal), entre atletas e comissão técnica. O Maranhão marcou presença na cerimônia.

Deleção Maranhense participará desta edição das Paralimpíadas Escolares. (Foto: Divulgação/CPB)



"Lembro da nossa primeira edição, em 2009, lá em Brasília, quando era uma competição menor. Hoje, aqui em São Paulo, temos 903 pessoas que querem manter os sonhos vivos. Porque esse é o lugar de realizá-los. Essa competição é a que nós, do Comitê Paralímpico Brasileiro, mais gostamos de fazer. É aqui que estamos preparando os jovens para o futuro, seja no esporte ou na vida. Alguns se tornarão grandes atletas, mas queremos que todos se tornem grandes pessoas", disse Andrew Parsons, presidende do CPB.

"Trago hoje uma mensagem da secretária Linamara Batistela [Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência] de muito carinho. Ver acontecer as Escolares no Centro de Treinamento Paralímpico é algo gratificante. Isso porque são sonhos conquistados com muito trabalho. E o sonho da medalha pode ser alcançado por todos os atletas. Para isso, precisam seguir trabalhando", observou Marco Antônio Pellegrini, subsecretário da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

Cerimônia de abertura foi realizada no Parque Anhembi, em São Paulo. (Foto: Divulgação/CPB)



A cerimônia foi aberta com uma apresentação de break dance, no qual dois dos integrantes do grupo tinham deficiência nas pernas. A execução do Hino Nacional também impressionou os presentes ao ser tocado pelo guitarrista Johnatha Bastos, que conduziu o instrumento com os pés (Jonhatha não tem os dois braços).

As Paralimpíadas Escolares são organizadas desde 2009 pelo CPB. Neste ano, contou com apoio do Governo de São Paulo, mais uma vez a sede da competição. O evento é o maior do mundo entre atletas com idade escolar (12 a 17 anos) e já revelou alguns dos principais atletas brasileiros da atualidade. Em 2016, serão oito modalidades no programa: atletismo, bocha, futebol de 7, goalball, judô, natação, tênis de mesa e tênis em cadeira de rodas.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.